- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Immortals: Fenyx Rising

A nova aposta em "mundos abertos" da Ubisoft, é a melhor alternativa de um The Legend of Zelda: Breath of the Wild fora da Nintendo Switch.

Análise – Worms Rumble

As minhocas mais famosas dos videojogos estão de volta num jogo diferente, mas surpreendentemente divertido.

Análise – PonPu

Pato mutantes, ovos explosivos e personagens disformes – sejam bem vindos ao mundo de Ponpu!

Análise – Chronos: Before the Ashes

Da realidade virtual para as consolas – assim é a prequela de Remnant: From the Ashes.

Análise – Pikmin 3 Deluxe

Pikmin 3 Deluxe é um jogo cativante para quem aprecia a resolução de puzzles num mundo em contra-relógio e com uma mensagem escondida.

Análise – Pacer

Cinco anos após o lançamento original, Pacer estreia-se nas consolas com um jogo somente satisfatório.

Análise – The Pathless

Despido de excessos, The Pathless apresenta um dos mundos abertos mais convidativos e misteriosos à exploração.

Análise – Serious Sam HD Collection

Descubram a história de Serious Sam numa só coleção.

Análise – Sackboy: A Big Adventure

A grande aventura a solo da mascote da PlayStation começa aqui. A PlayStation sempre teve jogos de plataformas e títulos mais acessíveis para os mais novos, mas, por alguma razão, apesar do extremo sucesso de algumas franquias, há algo nesses jogos que se mantiveram longe da magia e daquele toque...

Análise – Devil May Cry 5 Special Edition

Um mimo para os fãs, na nova geração, com um pacote completo.

Análise – XIII Remake

Um regresso ao passado que desvirtua a memória do jogo original para um lucro rápido da produtora.

Análise – Just Dance 2021 (PS4)

Com as novas consolas aí à porta, Just Dance 2021 chega just in time, para meter a malta a suar sem sair de casa.

Análise – DIRT 5

Dirt 5 é o grande rival de WRC, no entanto, com este capítulo distancia-se um bocado do rally puro, sem descurar da oferta de doses grandes de diversão.

Análise – Watch Dogs: Legion

Uma aposta ambiciosa, cheia de estilo, mas com pouca substância.

Análise – Demon’s Souls

A verdadeira nova geração começa aqui.

Análise – Gears Tactics

A série Gears troca o caos imersivo da guerra na terceira pessoa por batalhas táticas e cerebrais numa nova perspetiva. Mas mantém todos os outros ingredientes que a definem intactos.

Análise – No More Heroes 1 & 2

Enquanto esperamos pela sequela, está na hora de revisitarmos Santa Destroy em todo o seu esplendor.

Análise – Power Rangers: Battle for the Grid

A nostalgia é grande em Battle For The Grid, mas várias fragilidades fizeram com que o jogo falhasse neste renascer da saga Power Rangers.
- Publicidade -