- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Ratchet and Clank: Rift Apart (PlayStation 5)

A Insomniac Games revitaliza aquela que poderá ser a sua saga mais importante com um jogo seguro, ambicioso e apaixonante.

Análise – Song of Horror (PlayStation 4)

Uma aventura de terror que funciona como um best of do género, mas que falha em ser assustador.

Análise – Wonder Boy: Asha in Monster World (PlayStation 4)

Um clássico reinventado, mas demasiado próximo da versão original para se destacar dos restantes títulos do género.

Análise – Baldur’s Gate: Dark Alliance (Nintendo Switch)

Viagem até Baldur’s Gate e redescubram um excelente clássico do género, mas cuja pintura não esconde o tempo e a falta de dedicação da produtora.

Análise – Biomutant (PC)

Um mundo grande, grandes ambições e uma grande falta de foco.

Análise – Battle Axe (PlayStation 4)

Um beat’em up inspirado nos clássicos do género, e com arte de Henk Nieborg, que não consegue fazer jus às suas influências.

Análise – Days Gone (PC)

Days Gone ganha uma nova casa com todos os conteúdos lançados ao longo do tempo e uma fantástica otimização para os PCs modernos.

Análise – Resident Evil Village (Xbox Series X)

Não reinventa a roda, mas remistura os elementos necessários para um dos jogos mais completos e satisfatórios da saga.

Análise – The Longing (Nintendo Switch)

Uma experiência única sobre a passagem do tempo e o nosso lugar enquanto jogadores.

Análise – Nier Replicant ver.1.22474487139… (Xbox One)

Uma fantástica e emocional jornada que requer as expectativas no sítio, especialmente para quem chega aqui depois de Nier Automata.

Análise – MotoGP 21 (PlayStation 5)

Enquanto que, em pista, houve melhorias notáveis, parece que fora dela pouco mudou, dando a sensação que houve foco centralizado apenas nalgumas componentes do jogo. Ainda assim, há melhorias impressionantes neste MotoGP 21.

Análise – Retro Machina (PlayStation 4)

Explorem o futuro pós-apocalíptico através dos olhos de um robot que procura o seu lugar num mundo em decadência.

Análise – R-Type Final 2 (PlayStation 4)

Um regresso há muito esperado de uma das séries mais icónicas do género shoot’em up.

Análise – New Pokémon Snap (Nintendo Switch)

Uma viagem nostálgica e refrescante, mas limitada.

Análise – Returnal (PlayStation 5)

“Vive, morre, repete”, neste jogo de ação frenético da nova geração.

Análise – Atelier Mysterious Trilogy DX (PlayStation 4)

O mundo de alquimia está de regresso ao PC, PS4 e Nintendo Switch com o relançamento da trilogia Mysterious.

Análise – MLB The Show 21 (PlayStation 5)

O desporto que em Portugal é conhecido por todos, mas compreendido por quase ninguém, tem um jogo que se foca nos pontos certos, mas ainda precisa de algum trabalho de aperfeiçoamento visual.

Análise – Breathedge (PlayStation 4)

Sobrevivam à imensidão no espaço neste novo jogo de sobrevivência.

Análise – Shadow Man Remastered (PC)

Um clássico esquecido regressa ao PC com uma remasterização a cargo da Nightdive Studios.

Análise – Mundaun (PlayStation 4)

Completamente desenhado a lápis, este é um jogo de terror que não podem ignorar.
- Publicidade -