Os nossos 10 jogos favoritos de 2022

- Publicidade -

Num ano tudo menos atípico, há 10 jogos que não podem mesmo perder.

Ao contrário da ideia generalizada de que 2022 foi um ano calmo e atípico, onde poucos lançamentos saltam à vista, a verdade é que o ano que passou foi recheado de lançamentos imperdíveis e surpreendentes, mesmo que não apelem a todos os jogadores.

Ao longo de 2022, fizemos a cobertura de mais de 120 jogos, incluindo alguns dos maiores lançamentos, mas também excluindo outros importantes, num trabalho partilhado com os meus colegas João Canelo, Diogo dos Santos e outros colaboradores convidados que partilharam as suas experiências e recomendações.

Na nossa secção de Análises de Videojogos, poderão encontrar todas as análises produzidas em 2022 e anos anteriores, mas o nosso foco hoje é partilhar as 10 análises dos jogos analisados que achamos que não devem escapar ao vosso backlog. Sem ordem de preferência, aqui estão elas:

Digimon Survive (PlayStation 5)

Digimon Survive

Digimon Survive chegou com pouca fanfarra e numa mistura de géneros inesperados, com um jogo cheio de alma para os fãs da saga.

Elden Ring (PlayStation 5)

Elden Ring

A FromSoftware volta a sair triunfante naquela que é a maior e mais arrojada sinergia entre todos os seus projetos ao longo de mais de 30 anos de existência.

God of War Ragnarök (PlayStation 5)

God of War Ragnarok

Com God of War Ragnarök, a Santa Monica Studio abraçou a sua visão com a força de mil sóis, para entregar uma das experiências mais satisfatórias que já tivemos esta geração.

Kirby and the Forgotten Land (Nintendo Switch)

kirby and the forgotten land echo boomer 4

Kirby estreia-se num jogo em nome próprio inteiramente em 3D pela primeira vez em 30 anos, num título que me levou aos tempos em que adorava simples jogos de plataformas e aventura.

Moto GP 22 (PlayStation 5)

MotoGP 22

O melhor simulador de desportos motorizados com motas está de regresso com estrondo e sobe a fasquia que já tinha ficado bem alta com o capítulo anterior.

Neon White (PC)

Neon White

As hipérboles servem para garantir cliques, mas é impossível chegar a outra conclusão senão esta: Ben Esposito e a equipa da Angel Matrix estão de parabéns por esta viagem louca e inesquecível.

Pentiment (PC/Xbox)

Pentiment

Pentiment apresenta um satisfatório e cativante exercício narrativo num inesperado whodunit, que pelo caminho questiona o papel da arte e da religião na história da nossa civilização.

Rollerdrome (PlayStation 5)

Rollerdrome

Apesar de não ser sempre acessível, o título da Roll7 destaca-se visualmente e apresenta desafios perfeitos para os jogadores que adoram atingir as melhores pontuações.

Signalis (PlayStation 5)

Signalis

Um dos melhores títulos de terror e sobrevivência deste ano acaba de chegar ao PC e consolas.

Stranger of Paradise: Final Fantasy Origins (PlayStation 5)

Stranger of Paradise

A Team Ninja reaproveita a fórmula de sucesso de Nioh para nos dar um dos spin-offs mais peculiares, mas mecanicamente empolgantes da série Final Fantasy.

Estes 10 jogos são apenas uma amostra de algumas das nossas experiências favoritas, por isso não podemos terminar este breve apanhado sem algumas menções honrosas, como o recém-lançado jogo indie Lil Gator Game, ou o jogo do gatinho, Stray. O regresso da velocidade em Need For Speed Unbound e no Rei dos Simuladores com Gran Turismo 7. Lançamentos colossais como Horizon Forbidden West, experiências arriscadas como Scorn ou relançamentos questionáveis de excelentes jogos como The Last of Us Part I. E, claro, sem esquecer a aposta da PlayStation no PC, que levou algumas das suas mascotes a um novo público, com excelentes conversões de Uncharted: Legacy of Thieves Collection, God of War, Marvel’s Spider-Man e de Sackboy.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes