Assetto Corsa Competizione – Chegada à nova geração a alta rotação

Assetto Corsa Competizione (ACC) é um verdadeiro simulador de corridas, onde a experiência de condução faz valer a falta de complexidade de features.

- Publicidade -

O jogo oficial de GT World Challenge regressa em 2022 com uma versão otimizada (muito aguardada) para a nova geração de consolas que, segundo os aficionados, chega agora ao nível da versão do simulador para PC. Contudo, de um ponto de vista mais geral, o jogo pode não agradar a todos.

Um ecrã chega para resumir ACC, contendo o modo campeonato em destaque, modo carreira e eventos especial em semi-destaque e os modos single player e multiplayer abaixo dos anteriores. Em rodapé estão o perfil de condutor, gravar o jogo, galeria e opções gerais.

Ao início, esta simplificação parece fora do normal, mas a verdade é que não é preciso muito mais do que isto, muito menos de inventar. Ainda que tenha saltado de imediato para o modo single player para ver como é que os carros se comportam nas pistas, foi o perfil de condutor que me fascinou mais pelo detalhe estatístico e de compilação de dados que inclui na secção de “rating”. Aí é atribuído a cada jogador um ranking total com base em sete parâmetros: track competence, consistency, car control, pace, safety, racecraft e competition. Esses parâmetros vão variar com base nas performances ao longo de todas as sessões de jogo, bem como o ranking total, que é determinante para jogar em multiplayer.

No que toca a modos de jogo, começo pelo multiplayer, referido anteriormente. Facilmente se podem juntar a um lobby público e competir online, no entanto, para poderem entrar num servidor competitivo, vão ter de trabalhar em alguns dos parâmetros do ranking de condutor, principalmente o de “safety”. O modo single player é semelhante ao multiplayer na medida em que é só chegar e correr. Em contrapartida, podem encontrar algumas dificuldades na seleção do veículo, que de intuitiva tem pouco.

O modo campeonato é o mais simples para quem quiser uma experiência completa, mais direta ao assunto e é extremamente personalizável, desde o tipo de temporada à skill e agressividade dos oponentes, passando pelo realismo do dano sofrido e pelos consumíveis. Já o modo de carreira esmiuça mais a progressão de carreira com base na performance. Embora seja um modo de carreira com uma sequência lógica, é muito pobre a nível de opções fora de pista.

Passando para o jogo jogado, a experiência com base no realismo começa ainda antes da corrida, onde podem personalizar o setup do carro selecionado no que toca a pneus, eletrónica, combustível e estratégia, grip mecânico, amortecedores e aerodinâmica. Caso não estejam tanto por dentro deste nível de pormenores, podem optar por escolher um preset já existente, entre o seguro, agressivo e pista molhada.

Dentro de pista reina o respeito e primazia pela segurança durante a condução, mas para tal é preciso ter destreza e experiência, pois o realismo deste simulador torna manter o controlo do carro em algo deveras desafiante. A condução de ACC não está, de todo, aproximada do que é jogar Dirt 5 ou Grid Legends. Considero-a inclusive mais difícil do que NASCAR Heat 5 ou F1 2021.

A hora de acelerar após uma curva apertada também exige mais prudência e calma, ou facilmente perdem o controlo do carro. O mesmo pode ser dito com a interação com elementos da pista como lombas ou barreiras. Pessoalmente, achei conduzir com o set de condução da Fanatec (modelo Gran Turismo DD Pro) mais intuitivo do que com o comando DualSense, ainda assim, o DualSense porta-se lindamente no que toca a tipos e intensidade de vibração com base no que está a acontecer na corrida, o que é excelente.

Os visuais não são do mais realista que já vi, mas ainda assim estão bem acima da média, para a consola. A sensação de velocidade, combinada com o framerate, está no ponto. Posso dizer que me sinto dentro do carro quando estou a conduzir.

Enquanto acho Assetto Corsa Competizione um dos melhores simuladores de condução que já joguei, acho que não vai agradar a todos por isso mesmo: ser realista demais. Se o vosso intuito for conduzir por diversão com uns toques à mistura para ganhar vantagem ou se divertirem, não aconselho a comprarem este jogo. Já se forem fãs aficionados de condução e prezarem o realismo de uma condução bela e perfecionista, este jogo é para vocês.

Recomendado

Cópia para análise (versão PlayStation 5) cedida pela 505 Games.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Assetto Corsa Competizione acelera na Xbox One e PlayStation 4 este verão

A 505 Games e a italiana Kunos Simulazioni revelaram que vão lançar a sequela do seu simulador automóvel, Assetto Corsa Competizione, na Xbox One e PlayStation 4, no dia 23 de junho.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Returnal está a caminho do PC, segundo da base de dados da Steam

A PlayStation ainda não confirmou, mas a informação vem reforçar os leaks e rumores.

Música – Álbuns essenciais (abril 2022)

Abril foi um mês cheio de triunfos musicais no formato de álbum, deixo-vos uma análise a 12, mais a sugestão de outros sete.

God of War Ragnarok em 2022? O novo jogo já foi avaliado na Coreia

Só falta mesmo a PlayStation confirmar se é este ano ou não.