As 100 melhores músicas de 2022

- Publicidade -

De uma forma ou outra, música nunca falta, mas este ano foi qualquer coisa. Voltaram os concertos e, com eles, muito do que aparece nesta seleção ganha um sabor especial.

É verdade. Após dois anos sem música ao vivo, 2022 foi o ano de voltar a ouvir música com força. Não fui ao MEO Kalorama e Super Bock Super Rock por falta de disponibilidade, mas, ainda assim, consegui assistir a 72 concertos, em quatro países diferentes – 14 dos quais foram de artistas presentes nesta seleção (e 16 da seleção de 2021).

Para 2023, 19 dos artistas que contribuíram para algumas das melhores músicas presentes neste top já têm presença marcada para alguns dos maiores festivais de verão do ano. Aproveito para fazer serviço público, deixando uma nota debaixo da “entrada” do artista em causa, de forma a saberem onde poderão vê-lo ao vivo. Está na hora de sair de casa e vibrar com o melhor do que o mundo da música nos tem para oferecer.

Quanto ao processo de seleção para este top, posso dizer que foi duro. Muito por ter andado a correr atrás do prejuízo nos artigos de álbuns essenciais e ter decidido (à última da hora) refazer o meu primeiro top de sempre, o das 50 melhores músicas de 2012, que passou a 100.

Cheguei ao fim sem ter definido quem iria ficar em primeiro, mas a indecisão final prendeu-se com duas músicas, ambas muito fortes, que definiram 2022. Qualquer uma delas poderia ter ficado em 1º, mas segui o meu instinto e ficou decidido após meia hora a ouvir e a re-ouvir.

Espero que desfrutem das músicas contidas nesta seleção e encontrem três coisas: Algo que já conheçam, algo que não sabiam que conheciam e algo que não conheciam, mas ficaram a gostar.

Ah, o link para a playlist no Spotify (organizada) pode ser encontrado no fim do artigo.

100º Amber Mark – What It Is
[Análise do álbum “Three Dimensions Deep”]

99º Suede – She Still Leads Me On
[Análise do álbum “Autofiction”]

98º The Blaze – The Dreamer
>>> MEO Kalorama, Lisboa

97º Freddie Gibbs – Couldn’t Be Done (ft. Kelly Price)
[Análise do álbum “$oul $old $eparately”]

96º Father John Misty – Q4
[Análise do álbum “Chloe and the Next 20th Century”]

95º Dehd – Bad Love
[Análise do álbum “Blue Skies”]

94º Placebo – Beautiful James
[Análise do álbum “Never Let Me Go”]

93º Sharon Van Etten – Anything
[Análise do álbum “We’ve Been Going About This All Wrong”]

92º The Smile – The Smoke
[Análise do álbum “A Light For Attracting Attention”]

91º Stella Donnelly – How Was Your Day
[Análise do álbum “Flood”]

90º Bartees Strange – Wretched
[Análise do álbum “Farm To Table”]

89º Sudan Archives – Selfish Soul
[Análise do álbum “Natural Brown Prom Queen”]

88º Demi Lovato – 29
[Análise do álbum “29”]

87º Katy J Pearson – Talk Over Town
[Análise do álbum “Sound Of The Morning”]

86º Oliver Sim – Hideous (ft. Jimmy Somerville)

85º Soul Glo – Gold Chain Punk (whogonbeatmyass?)

84º Arlo Parks – Softly
>>> Primavera Sound, Porto

83º Cass McCombs – Belong To Heaven
[Análise do álbum “Heartmind”]

82º The 1975 – Oh Caroline
[Análise do álbum “Being Funny In A Foreign Language”]
>>> Super Bock Super Rock, Meco

81º TSHA – OnlyL (ft. NIMMO)
[Análise do álbum “Capricorn Sun”]

80º Carly Rae Jepsen – Western Wind
[Análise do álbum “The Loneliest Time”]

79º Brockhampton – Brockhampton
[Análise do álbum “The Family”]

78º Arctic Monkeys – Body Paint
[Análise do álbum “The Car”]
>>> NOS Alive, Lisboa

77º Lizzo – About Damn Time
[Análise do álbum “Special”]
>>> NOS Alive, Lisboa

76º FLO – Cardboard Box

75º Jean Dawson – Three Heads*
[Análise do álbum “CHAOS NOW*”]

74º Stormzy – Mel Made Me Do It

73º Let’s Eat Grandma – Levitation
[Análise do álbum “Two Ribbons”]

72º Porridge Radio – The Rip
[Análise do álbum “Waterslide, Diving Board, Ladder To the Sky”]

71º RM – Still Life (ft. Anderson .Paak)
[Análise do álbum “Indigo”]

70º Maggie Rogers – That’s Where I Am
[Análise do álbum “Surrender”]
>>> Primavera Sound, Porto

69º PUP – Cutting Off The Corners
[Análise do álbum “The Unraveling of PuptheBand”]
>>> Primavera Sound, Porto

68º Destroyer – June

67º Sampa The Great – Never Forget (ft. Chef 187, Tio Nason & Mwanje)
[Análise do álbum “As Above So Bellow”]
>>> Super Bock Super Rock, Meco

66º Dry Cleaning – Don’t Press Me
[Análise do álbum “Stumpwork”]
>>> Vodafone Paredes de Coura, Paredes de Coura

65º Charli XCX – Beg For You (ft. Rina Sawayama)
[Análise do álbum “Crash”]

64º Laufey – Fragile
[Análise do álbum “Everything I Know About Love”]

63º Rolling Blackouts Coastal Fever – The Way It Shatters
[Análise do álbum “Endless Rooms”]

62º Nilüfer Yanya – anotherlife
[Análise do álbum “Painless”]

61º The Beths – Expert In A Dying Field
[Análise do álbum “Expert In A Dying Field”]
>>> Primavera Sound, Porto

60º MUNA – Anything But Me
[Análise do álbum “Muna”]

59º First Aid Kit – Out Of My Head
[Análise do álbum “Palomino”]

58º Just Mustard – Still
[Análise do álbum “Heart Under”]

57º Alt-j – Happier When You’re Gone
[Análise do álbum “The Dream”]

56º Kendrick Lamar – Die Hard (ft. Blxst & Amanda Reifer)
[Análise do álbum “Mr. Morale & The Big Steppers”]
>>> Primavera Sound, Porto

55º Florist – Red Bird Pt. 2 (Morning)
[Análise do álbum “Florist”]

54º Confidence Man – Holiday

53º Danger Mouse – Belize (ft. MF DOOM)
[Análise do álbum “Cheat Codes”]

52º ROSALÍA – Hentai
[Análise do álbum “Motomami”]
>>> Primavera Sound, Porto

51º Plains – Problem With It
[Análise do álbum “I Walked With You A Ways”]

50º Beabadoobee – The Perfect Pair
[Análise do álbum “Beatopia”]

49º Beyoncé – Alien Superstar
[Análise do álbum “Renaissance”]

48º Big Thief – Simulation Swarm
[Análise do álbum “Dragon New Warm Mountain I Believe In You”]

47º Ghost – Darkness At The Heart Of My Love
[Análise do álbum “Impera”]

46º Aldous Harding – Fever
[Análise do álbum “Warm Chris”]

45º Nas – 30
[Análise do álbum “King’s Disease III”]

44º Noah Cyrus – Noah (Stand Still) [ft. Billy Ray Cyrus]
[Análise do álbum “The Hardest Part”]

43º Fred Again.. – Danielle (Smile On My Face)
>>> Primavera Sound, Porto

42º Beach House – New Romance
[Análise do álbum “Once Twice Melody”]

41º The Weeknd – Less Than Zero
[Análise do álbum “Dawn FM”]

40º Horsegirl – Anti-Glory
[Análise do álbum “Versions Of Modern Performance”]

39º Julia Jacklin – Lydia Wears A Cross
[Análise do álbum “Pre Pleasure”]

38º FKA Twigs – Oh My Love
[Análise do álbum “Caprisongs”]
>>> Primavera Sound, Porto

37º Tomberlin – Happy Accident
[Análise do álbum “I Don’t Know Who Needs To Hear This…”]

36º Caroline Polachek – Billions

35º WILLOW – Split
[Análise do álbum “COPINGMECHANISM”]

34º Hurray For The Riff Raff – Pierced Arrows
[Análise do álbum “Life On Earth”]

33º Rina Sawayama – This Hell
[Análise do álbum “Hold The Girl”]
>>> NOS Alive, Lisboa

32º Vince Staples – MAGIC (ft. Mustard)
[Análise do álbum “Ramona Park Broke My Heart”]

31º Kevin Morby – This Is A Photograph
[Análise do álbum “This Is A Photograph”]

30º Nilüfer Yanya – The Dealer
[Análise do álbum “Painless”]

29º Harry Styles – As It Was
[Análise do álbum “Harry’s House”]

28º Black Country, New Road – The Place Where He Inserted The Blade
[Análise do álbum “Ants From Up There”]
>>> Super Bock Super Rock, Meco

27º Mitski – Love Me More
[Análise do álbum “Laurel Hell”]

26º Pusha T – Diet Coke
[Análise do álbum “It’s Almost Dry”]
>>> Primavera Sound, Porto

25º Weyes Blood – It’s Not Just Me, It’s Everybody
[Análise do álbum “And In The Darkness, Hearts Aglow”]

24º Yeah Yeah Yeahs – Wolf
[Análise do álbum “Cool It Down”]

23º Angel Olsen – All The Good Times
[Análise do álbum “Big Time”]
>>> NOS Alive, Lisboa

22º SZA – Ghost In The Machine (ft. Phoebe Bridgers)
[Análise do álbum “S.O.S.”]

21º Nova Twins – Antagonist
[Análise do álbum “Supernova”]

20º Taylor Swift – Anti-Hero
[Análise do álbum “Midnights”]

19º Kae Tempest – More Pressure (ft. Kevin Abstract)
[Análise do álbum “The Line Is A Curve”]

18º Wet Leg – Angelica
[Análise do álbum “Wet Leg”]

17º Megan Thee Stallion – Plan B
[Análise do álbum “Traumazine”]

16º Soccer Mommy – Shotgun
[Análise do álbum “Sometimes, Forever”]

15º Phoenix – Tonight (ft. Ezra Koenig)
[Análise do álbum “Alpha Zulu”]

14º Bad Bunny – Neverita
[Análise do álbum “Un Verano Sin Ti”]

13º Fontaines D.C. – I Love You
[Análise do álbum “Skinty Fia”]

12º Alvvays – Belinda Says
[Análise do álbum “Blue Rev”]
>>> Primavera Sound, Porto

11º Alex G – Runner
[Análise do álbum “God Save The Animals”]

10º ROSALÍA – Saoko
[Análise do álbum “Motomami”]
>>> Primavera Sound, Porto

9º Jockstrap – Concrete Over Water
[Análise do álbum “I Love You Jennifer B”]
>>> Primavera Sound, Porto

8º Yeule – Bites On My Neck
[Análise do álbum “Glitch Princess”]

7º Denzel Curry – Walkin
[Análise do álbum “Melt My Eyes See Your Future”]

6º SZA – Kill Bill
[Análise do álbum “S.O.S.”]

5º Sudan Archives – Home Maker
[Análise do álbum “Natural Brown Prom Queen”]

4º Kendrick Lamar – N95
[Análise do álbum “Mr. Morale & The Big Steppers”]
>>> Primavera Sound, Porto

3º Nilüfer Yanya – Midnight Sun
[Análise do álbum “Painless”]

Nilufer 2022 01 19 114513 kcjy

A par de Kendrick Lamar, Nilüfer Yanya foi a grande artista do ano. Com o seu segundo álbum, Painless, confirmou o que já se desconfiava após Miss Universe (2019): o quão completa e brilhante é. Yanya não se limita a gravar música – vai muito para além disso, numa conjunção entre sonoridades e arranjos ímpares e um alcance vocal em metamorfose constante, que a permitem fazer algo novo, aprazível e quase sempre impressionante.
É difícil encontrar uma música inconsequente da artista, principalmente pelo engenho e criatividade que tem na hora de escrever as suas canções. Prova disso é eu ter incluído três músicas da sua autoria nas 100 finais.

“Midnight Sun”, segundo a artista, é uma música sobre reconhecer o sentimento de se ser deitado abaixo, mas sem desistir da vontade de resistir, fazendo da confiança que temos em nós a nossa muleta para lutar de volta. A letra insinua que existe uma luz que nos guia através de escuridão e o ritmo faz alusão à beleza da capacidade de confrontação e necessidade de rebelião.

Se “Midnight Sun” fosse a música número 1 do ano, o “prémio” não seria mal entregue.

2º Steve Lacy – Bad Habit
[Análise do álbum “Gemini Rights”]

hbz090122playlist 007 1661188789

O sucesso imediato de Steve Lacy não é obra do acaso e, quando falei do seu novo álbum, referi todos os seus feitos no mundo da música enquanto produtor. Talento nunca foi algo escasso e, ainda que o álbum não faça justiça a “Bad Habbit”, é uma obra prima.

Por detrás de um instrumental e ritmo viciante, está uma letra que reflete sobre uma atração a alguém e o que poderia ter desabrochado dessa atração caso ele tivesse tido coragem de ser frontal e sincero sobre o que sentia para com essa pessoa.

“Bad Habit” rapidamente ascendeu ao topo de vários charts e tornou-se num sucesso comercial instantâneo (de forma meritória) e, apesar da falta de credibilidade da maioria desses charts, pode-se dizer que desta vez justifica-se o burburinho.

1º Ethel Cain – American Teenager
[Análise do álbum “Preacher’s Daughter”]

ethel cain Alexa Julian 900x719 1

“American Teenager” foi o 3º single no álbum de estreia de Ethel Cain (Preacher’s Daughter) e foi o tiro mais certeiro da sua carreira, musicalmente e a nível de mensagem passada. Isto vem provar o quão inteligente e atenta é Cain, ainda que por vezes passe a sensação de “deslocada”.

Criada no seio da verdadeira comunidade americana, cresceu rodeada de temáticas clichés como o NASCAR, cheerleading e rock n roll. Porém, não foi preciso muito tempo até se aperceber que o sonho que é vendido é falso, citando que “precisamos” mais do nosso vizinho do que o país precisa de “nós”.

Assim nasceu esta música, que transporta toda a frustração sobre o que ser adolescente nos Estados Unidos deveria ser, mas nunca foi, não é e dificilmente será. Uma sátira genial a um dos países mais hipócritas, a nível político.

A título de curiosidade, Ethel Cain leva o que defende tão a peito, que não pode deixar passar em branco o facto de Barack Obama ter incluido esta mesma música na sua lista pessoal de músicas do ano.

>>> Link para a playlist no Spotify <<<

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes