Pip Blom confirmados no NOS Alive’19

- Publicidade -

Depois de Jorja Smith e Tash Sultana, eis que chega um terceiro nome para o Palco Sagres. São os Pip Blom e atuam a 12 de julho naquele palco do NOS Alive’19.

Composta pelos irmãos Pip e Tender Blom juntamente com Dareck Mercks e Gini Cameron, os Pip Blom são uma banda holandesa que vem apresentar-se pela primeira vez a Portugal. Na bagagem trazem o mais recente EP, Paycheck, que contém o mais recente single “Come Home”, e ainda os outros temas conhecidos dos fãs, como “School” e “Babies Are A Lie”.

Já fizeram parte de digressões de nomes como Franz Ferdinand, Surfer Blood e The Breeders e diz-se que os espetáculos do quarteto de Amesterdão são bem energéticos, algo que se irá poder comprovar no festival.

Até agora, o NOS Alive’19 confirmou os The Cure, The Smashing Pumpkins, Bon Iver, Tash Sultana, Jorja Smith e, agora, os Pip Blom.

O NOS Alive’19 realiza-se a 11, 12 e 13 de julho de 2019 no Passeio Marítimo de Algés, em Lisboa. Os bilhetes já estão à venda por 65€ (bilhete diário) e 149€ (passe de três dias). À venda está também o Fã Pack FNAC.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Depois do NOS Alive, RTP vira atenções para o MEO Marés Vivas

Recorde-se que o MEO Marés Vivas 2022 está esgotado.

Reportagem NOS Alive 2022 (dia 3): Um dia glorioso que uniu a gigante família Metallica

Num dia de temperaturas a roçar os 40 graus, o ambiente conseguiu aquecer ainda mais, à medida que a noite caía.

Reportagem NOS Alive 2022 (dia 2): A experiência coletiva com os Florence + The Machine

Um dia muito mais composto que ontem e que teve nos Florence + The Machine os protagonistas da noite. Sem margem para dúvidas.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

easyJet põe à venda bilhetes para 14 novas ligações

Entre estes voos, há uma nova rota para Rennes.

Iberdola coloca em funcionamento, no distrito de Setúbal, a sua primeira central fotovoltaica em Portugal

A Algeruz II produzirá energia limpa suficiente para abastecer mais de 11.000 casas e evitar a emissão de 13.400 toneladas de CO2 por ano.