Mercadona abre primeira loja na Póvoa de Varzim

- Publicidade -

É o segundo dos 10 novos supermercados previstos para 2022 em Portugal.

Foi no passado dia 5 de abril que a Mercadona abriu a primeira das 10 novas lojas previstas para 2022, neste caso em Guimarães. Já hoje, dia 3 de maio, aconteceu uma nova abertura, desta vez na Póvoa de Varzim.

É o 31º supermercado da marca em Portugal e fica localizado na Rua Comendador Francisco Quintas n.º 500.

Trata-se de uma loja com uma área de vendas de 1.900 m2 com secções de Talho, Charcutaria, Peixaria, Pastelaria e Padaria, Perfumaria, Frutas e Legumes e Pronto a Comer, com várias opções de pratos, servidos em embalagens fabricadas com materiais naturais, como a cana-de-açúcar (material compostável), cartão ou papel.

Este supermercado foi concebido segundo o Modelo de Loja Eficiente da Mercadona com corredores amplos e confortáveis, dispõe de uma entrada de vidro duplo que evita correntes de ar, lineares específicos de sumos refrigerados, mural de sushi, charcutaria com presunto cortado à faca e embalado no momento, e uma máquina de sumo de laranja espremido na hora.

Esta loja conta ainda com 432 painéis solares com capacidade de produzir 200kW, o que fará com que se consiga poupar cerca de 20% de energia elétrica anualmente.

Dispõe de 210 lugares de estacionamento e contará também com dois lugares destinados ao carregamento de veículos elétricos, indo ao encontro do compromisso da empresa para com a mobilidade elétrica.

É de também de realçar que esta nova loja doará bens de primeira necessidade à Casa do Regaço, Centro de Acolhimento Residencial de Crianças e Jovens em Perigo da Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa da Póvoa de Varzim. Esta instituição, com quase vinte anos de existência, acolhe atualmente 22 menores, com idades compreendidas entre os 7 e os 21 anos, provenientes do concelho da Póvoa e de outras cidades do Distrito do Porto.

De recordar ainda que, em janeiro passado, a Mercadona ampliou a capacidade de armazenamento do Bloco Logístico da Póvoa de Varzim com a criação de uma nave de 12.000 m2.

Este novo armazém, construído num terreno de 50.000 m2, adjacente ao que já tem a funcionar desde 2019, deu origem a uma reconfiguração total do espaço. Assim, os novos 12.000 m2 passarão a armazenar as frutas e legumes que diariamente saem para os supermercados da cadeia em Portugal. Além disso, haverá uma área, com cerca de 3.000 m2, dedicada à gestão de embalagens.

Adicionalmente, a superfície onde está inserido o novo armazém conta com uma área de 17.000 m2 de zonas verdes e 100 lugares de estacionamento, sendo que dois são destinados ao carregamento de veículos elétricos, ligados à rede MOBI.E.

Este novo armazém representou um investimento de 24,5 milhões de euros, valor que se junta aos 60 milhões de euros investidos em 2019. No total, a empresa já investiu 84,5 milhões de euros no desenvolvimento do Bloco Logístico da Póvoa de Varzim, que conta com três naves construídas numa área total de 100.000 m2, contabilizando 350 postos de trabalho.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Póvoa de Varzim começa a cobrar taxa turística por noite em 2023

A taxa deverá entrar em vigor já a partir de janeiro do próximo ano.

Mercadona Santarém já abriu

É o primeiro supermercado da marca no distrito de Santarém e 35ª loja da marca a nível nacional.

Pizza Hut inaugura novos restaurantes no Chiado e Póvoa de Varzim

A marca passa a contar com um total de 102 restaurantes em Portugal continental e ilhas.

Começou a construção do Mercadona de Massamá

As obras podem demorar menos de um ano, o que significa que esta nova loja poderá estar pronta algures entre maio e junho de 2023.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Onde e quando assistir a O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder

A série da Amazon tem estreia marcada para dia 2 de setembro em Portugal.

Death Stranding pode estar a caminho do PC Game Pass

A nova foto de perfil da conta oficial do Xbox Game Pass para PC denuncia o inesperado.

Cartaz do Festival F está fechado

Está quase aí um dos últimos grandes festivais de verão.