fbpx

Fim de relações coloca privacidade em risco

A privacidade está a tornar-se num conceito cada vez mais fluído num mundo de barreiras digitais, e as relações não são exceção. Por exemplo, 70% dos casais partilha palavras-passe, PINs ou impressões digitais para acederem aos seus dispositivos pessoais, e 26% armazena algum tipo de informação íntima no dispositivo do seu parceiro, como mensagens íntimas do/para o parceiro (14%), fotos íntimas de um deles (12%) e vídeos íntimos de ambos (11%). Além disso, mantêm também informações sensíveis em contas e dispositivos partilhados com os seus parceiros – por exemplo, dados financeiros (11%) ou informações relacionadas com o trabalho (11%).

Os problemas surgem não quando a relação é saudável e as informações estão em boas-mãos, mas depois da separação. Se a relação colapsa, a partilha de memórias íntimas nos dispositivos ou nas contas online passa de algo perfeitamente natural numa relação para um potencial pesadelo ao nível da privacidade.

Dos envolvidos numa separação, 12% partilhou ou quis partilhar publicamente as informações privadas dos seus ex-namorados como ato de vingança, 12% danificou ou quis danificar o dispositivo do ex e 21% espiou o seu antigo parceiro através de contas a que ambos tinham acesso. Existe também um potencial impacto financeiro, com uma em cada dez pessoas (10%) a admitir ter gasto dinheiro do seu ex-parceiro online.

Curiosamente, existem algumas diferenças notórias entre géneros, uma vez que os homens têm mais propensão que as mulheres para partilhar publicamente a informação privada das suas ex-parceiras como forma de vingança (17% vs. 7%) e para benefício próprio (17% vs. 8%). Por comparação, as mulheres têm uma maior propensão em fazer o correto e eliminar a informação dos seus ex-namorados dos seus dispositivos (55% vs. 49%) e eliminar as fotos ou vídeos dos mesmos após o final de uma relação (56% vs. 48%).

As mulheres, no entanto, têm também propensão para algumas táticas dissimuladas, com 33% a admitir espiar os seus ex-parceiros através das redes sociais comparado com 28% dos homens.

No entanto, o fim de uma relação não tem de colocar a privacidade em risco. As pessoas devem mudar sempre as palavras-passe de contas que partilhavam com os seus ex-parceiros, utilizando, por exemplo, o Kaspersky Password Manager para ajudar a criar palavras-passe fortes e armazená-las em segurança. Além disso, o Kaspersky Total Security inclui a ferramenta File Shredder que elimina ficheiros de forma permanente. No que a mensagens íntimas em dispositivos Android diz respeito, estas podem ser escondidas através da ferramenta Privacy Protection.


 

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

“A privacidade é uma cura muito boa, um valor absoluto, mas a vida é um bem supremo”, refere Sandro Camilleri, CEO da Matica Technologies

As redes sociais trouxeram de volta o debate sobre a privacidade dos seus utilizadores. Os recentes escândalos que envolveram empresas como o Facebook colocaram em dúvida até que ponto os nossos dados estão seguros ao realizar um registo qualquer na Internet.

Facebook vai pedir aos utilizadores que analisem melhor as suas configurações de privacidade

Por outras palavras, a rede social quer dar maior controle à experiência no Facebook, seja pela ferramenta de verificação de privacidade recentemente renovada, que permite que as pessoas controlem o que ver e partilhar, ou pelas ferramentas que permitem gerir as atividades fora do Facebook.

Quais serão as maiores ameaças financeiras em 2020?

Tudo indica que os piratas informáticos vão começar a virar atenções para aplicações de investimento, sistemas de processamento de dados financeiros online e futuras criptomoedas.

Em breve o Facebook vai dizer-te quem quer namorar contigo

A SIC que se prepare, pois o Facebook prepara-se para apostar na função que vai colocar todos os reality...
- Publicidade -

Mais Recentes

CTT vão passar a entregar o Cartão de Cidadão em casa dos portugueses

Este é um projeto-piloto que arrancou, para já, somente no concelho de Oeiras.

Terroir. Este é o novo atelier gastronómico da cidade de Lisboa

Nasceu do sonho dos seus proprietários, Inês Santos e Erik Ibrahim, que andaram pelo mundo e das suas viagens trouxeram as ideias do que um dia gostariam de concretiza.

Acessórios para automóveis. A importância dos antiderrapantes, tapetes auto e protetores

Estes produtos são os que sofrem mais desgaste, mas são essenciais para a higiene e proteção dos interiores dos automóveis.