Ferroviário agora também já tem restaurante!

Foi em 2018 que o Ferroviário reabriu portas, devolvendo aos lisboetas um espaço emblemático com nova decoração, nova gerência e nova programação. Agora, e após um ano de atividade, anuncia várias novidades, como um restaurante, concertos regulares, diversas festas e até manhãs de fitness e yoga.

Um novo restaurante na cidade com carta assinada pelo chef Vitor Hugo

- Publicidade -

A grande novidade é mesmo o restaurante Ferroviário. É um espaço com 50 lugares sentados num terraço com vista sobre o Tejo, com um carta assinada pelo chef Vítor Hugo, o chef executivo do grupo que detém também os restaurantes Peixola e São Jorge.

O restaurante abriu ao público no passado dia 31 de maio, para já só aos jantares, encerrando às segundas e terças-feiras. O Echo Boomer esteve na apresentação e reparou na carta, bem variada e adaptada a todos os gostos e preferências.

Por exemplo, nas entradas, há opções tão boas como diferentes como Gaspacho de morango com uva preta, Queijo de cabra curado com espuma de melão, Ostras ao natural ou Vieiras coradas com creme de acelga e crocante de arroz. Destes, provámos o Gaspacho e o Queijo de Cabra e podemos dizer que não desiludiram.

Já no peixe, a carta tem opções de deixar água na boca, como Ceviche peruano de garoupa, o Salmão corado com couscous de legumes e especiarias, legume grelhado e molho de estragão ou o Cherne corado com purê de bolbo de funcho e leite de coco acompanhado de salada Thai, entre outros.

Para partilhar, o chef recomenda a tábua com Acém redondo grelhado, rosbife fatiado e hambúrguer de black angus acompanhados de polenta crocante, chips de batata, coleslaw e molhos de chimichurri e bearnaise. Há ainda o Bao de porco, kimchi, spring onion e salada asiática (provámos e adorámos) e o Risotto de cevada, creme de beterraba assada, trigo sarraceno crocante, que o chef Vitor Hugo refere serem pratos incontornáveis deste novo espaço.

A terminar da melhor forma, o chef propõe o imperdível Petit gateaux de caramelo com gelado de frutos vermelhos do Peixola, que ‘desembarca’ agora na carta do Ferroviário, ou a Pannacota com curd de abacaxi e hortelã (uma verdadeira maravilha). Em termos de restaurante, funciona às quartas e quintas-feiras das 19h às 00h, às sextas e sábados das 19h à 1h e aos domingos das 19h às 23h.

Além da comida, há também concertos no Ferroviário

Este ano, e para o verão, a programação promete ir mais além.

A aposta recai sobre mais e maiores concertos, com nomes fulcrais da música portuguesa, mais bandas emergentes, mais festas e uma aposta continuada no jazz, agora com uma banda residente. Além disso, podem também contar com espetáculos burlescos, de comédia, peças de teatro e outros tipos de intervenção artística.

Ana Bacalhau, Manel Cruz, Elisa Rodrigues e Rita Redshoes são alguns dos nomes que fazem parte do novo ciclo de concertos que acontecem no terraço do Ferroviário, uma vez por mês, sempre às quartas-feiras, e sempre ao final do dia.

Já os Mazarin passará a ser a banda residente aos domingos, uma vez por mês, dando continuidade aos já reconhecidos domingos de jazz, que agora sobem ao terraço.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,784FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Restaurante lisboeta recusa-se a fechar portas durante o novo confinamento

O casal fundador do restaurante Lapo, em Lisboa, invoca a constituição para manter as portas abertas.

Restaurante Astória fecha portas a 10 de janeiro

Mas nem tudo é mau, pois está a ser construído um novo conceito e um novo espaço.

8ª Colina Marquês – O Renascimento da cerveja em pleno centro de Lisboa, agora com pizza

Como em tantos outros projetos que andaram a ser pensados, em construção ou recém-inaugurados, a 8ª Colina (ou Oitava Colina, por extenso) tinha grandes planos que tiveram de ser alterados.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Biomutant prepara-se para chegar, finalmente, ao PC e consolas em março

Após meses de silêncio, Biomutant mostra sinais de vida, com boas notícias.

Princípio Meio e Fim. É este o nome do novo programa de Bruno Nogueira na SIC

E já se conhece o conceito, o número de episódios e os convidados.