fbpx

TVCine 2 dedica dia dos Óscares aos melhores filmes de 2017

No caminho para a cerimónia de entrega dos Óscares, o TVCine 2 dedica o dia aos nove nomeados à estatueta dourada de Melhor Filme em 2017, vitória alcançada por Moonlight (2016), de Barry Jenkins, o primeiro filme com temática LGBT a vencer nesta categoria. A partir das 7h05, no TVCine 2, com Hell or High Water – Custe o Que Custar! (2016), de David Mackenzie até às 00h10, com Moonlight, assista o desfile dos move nomeados a Melhor Filme com o “Especial Óscares: Os Melhores de 2017“.

O plano de Toby (Chris Pine) e Tanner Howard (Ben Foster) era muito simples: assaltar as várias sucursais do Texas Midlands Bank, o banco que os ameaçava de penhora, até perfazerem o dinheiro necessário a pagarem a dívida. Tudo decorria sem problemas até ao dia em que, no seu caminho, se cruzaram dois rangers do Texas, Marcus Hamilton (Jeff Bridges, nomeado ao Óscar e Globo de Ouro de Melhor Ator Secundário) e Alberto Parker (Gil Birmingham). Esta é a história de Hell or High Water – Custe o Que Custar!, a abrir o “Especial Nomeados ao Óscar de Melhor Filme 2017”, às 7h05.

Baseado numa emocionante história verídica, segue-se às 8h50 Lion – A Longa Estrada para Casa (2016), de Garth Davis, filme que acompanha a história de Saroo (em adulto, Dev Patel), um menino indiano que se perdeu de casa, foi adotado por um casal australiano, Sue (Nicole Kidman) e John Brierley (David Wenham), e que, já adulto, começa a lembrar-se da sua família, resolvendo começar a procurá-la através do Google Earth. Saroo é, na verdade, Sheru, que, em hindi, significa leão.

Um dos filmes mais comoventes dos últimos tempos em Hollywood, Manchester By The Sea (2016), de Kenneth Lonergan, conta-nos às 10h50 a história de uma dor que parece impossível de ultrapassar. Lee Chandler (Casey Affleck, vencedor do Óscar, Globo de Ouro e BAFTA de Melhor Ator) vive dominado pela sua letargia sombria em Boston, até ao dia em que recebe a notícia da morte do irmão, que deixa como herança a guarda do seu filho, Patrick (Lucas Hedges). Lee vai ser arrastado da sua muralha de tristeza, mas há batalhas que podem não ter fim. Manchester By The Sea venceu também o Óscar de Melhor Argumento Original.

Há limites na vida que são impostos, seja pelas condições físicas ou pelas restrições de tempo. E depois há aquelas fronteiras impostas pela mente individual, que cercam e restringem a vida. São Vedações (2016), baseado no texto de August Wilson, mais tarde peça de teatro, é um filme que relata a vida de Troy (Denzel Washington, nomeado ao Óscar e ao Globo de Ouro de Melhor Ator) e Rose (Viola Davis, vencedora do Óscar, Globo de Ouro e BAFTA de Melhor Atriz Secundária), um casal que sofre na pele as limitações impostas pelo odioso racismo e todas as consequências familiares que daí advêm.



Por vezes é preciso procurar soluções originais e nada óbvias. Mesmo que isso signifique que o sucesso da missão espacial da NASA de colocar um homem no espaço em 1961 dependa de mulheres, negras, logo dois grandes obstáculos que pareciam impossíveis numa sociedade conservadora, machista e racista. Mas a verdade é que foi graças às matemáticas e engenheiras Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer, nomeada ao Óscar e ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Secundária) e Mary Jackson (Janelle Monáe) que John Glenn (Glen Powell) foi até ao espaço. Elementos Secretos (2016), de Theodore Melfi, inspirado em factos verídicos, foi o filme nomeado ao Óscar de Melhor Filme na edição de 2017 mais visto nos Estados Unidos. Para ver às 15h30.

A dificuldade de comunicação tem sido desde sempre motivo de grandes conflitos e impasses na história de humanidade. Mas agora não estamos sozinhos. 12 naves extraterrestres estacionaram em 12 locais do planeta e é preciso que alguém consiga comunicar com os seus ocupantes e perceber as suas intenções. Esse alguém é Louise Banks (Amy Adams), professora universitária especialista em Linguagem. Ao mesmo tempo que Louise decifra a linguagem dos alienígenas, esta vai também descobrindo algo sobre a sua vida, o seu passado, presente e futuro. O Primeiro Encontro (2016), de Denis Villeneuve, venceu o Óscar de Melhor Edição de Som e será exibido às 17h40.

Um dos maiores heróis americanos de guerra nunca disparou uma bala em combate. Primeiro ridicularizado e desdenhado pelos seus companheiros soldados e superiores, tido como um cobarde, Desmond Doss (Andrew Garfield) acabou por salvar a vida de 75 homens na Batalha de Okinawa, no Japão, na II Guerra Mundial, sem tocar numa arma. A sua coragem e bravia valeram-lhe a Medalha de Honra, atribuída pelo Presidente Harry Truman. O Herói de Hacksaw Ridge (2016), de Mel Gibson, conquistou os Óscares de Melhor Mistura de Som e Melhor Montagem. Para ver às 19h40.

Segue-se às 22h La La Land: Melodia de Amor (2016), de Damien Chazelle (vencedor do Óscar, Globo de Ouro e BAFTA), uma declaração de amor: aos sonhos, ao jazz, ao cinema e a Los Angeles. O filme, vencedor de seis Óscares, sete Globos de Ouro e cinco BAFTAs, segue a história de Mia (Emma Stone, vencedora do Óscar, Globo de Ouro e BAFTA), uma aspirante a atriz em Hollywood, e de Sebastian (Ryan Gosling, vencedor do Globo de Ouro), um pianista de jazz que ambiciona ter o seu próprio clube. Conhecemos e vivemos os seus sonhos, sempre com a cidade de Los Angeles como cenário e música inspiradora de fundo.

“O Especial Óscares: Os Melhores de 2017” termina às 00h10 com um dos mais singelos e ao mesmo tempo mais complexos filmes do ano. Vencedor do Óscar de Melhor Filme e do Globo de Ouro de Melhor Filme – Drama, Moonlight afirmou-se como um filme de conquistas: o primeiro filme com elenco apenas negro e com temática LGBT a conquistar a mais importante estatueta (e o segundo com o orçamento mais baixo de produção), Mahershala Ali como o primeiro muçulmano a vencer um Óscar de representação (Melhor Ator Secundário) e Joi McMillon como a primeira mulher negra a ser nomeada a um Óscar de edição. Moonlight é um tríptico sobre a vida de Chiron (Alex Hibbert/Ashton Sanders/Trevante Rhodes) enquanto criança, adolescente e adulto, e o seu debate interno quanto à sua identidade e sexualidade.


- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

13.ª Festa do Cinema Italiano vai mesmo realizar-se este ano

Será em novembro, em mais de 10 cidades portuguesas.

Filmes da saga Balas & Bolinhos estão a chegar ao canal oficial do YouTube

Os primeiros dois filmes já foram disponibilizados oficialmente. Só falta o terceiro e último capítulo.

Star Wars relembra-nos que vai tudo ficar bem num vídeo do May the 4th

Uma viagem pelo tema mais importante da saga. A Esperança.
- Publicidade -

Mais Recentes

6.ª temporada de Supergirl vai ser a última

Os novos episódios deveriam estrear este ano, mas a pandemia obrigou a um adiamento para 2021.

Crítica – Enola Holmes

Enola Holmes oferece uma agradável e refrescante visão de uma franchise que pode ter ganho um novo futuro.