“Tenet” é o nome do próximo filme de Christopher Nolan

Começam a surgir os primeiros detalhes do próximo filme do realizador britânico Christopher Nolan. Por agora, talvez o mais importante seja mesmo conhecer o nome do projeto.

- Publicidade -

Chama-se Tenet e tem novos nomes fortes a juntarem-se ao elenco.

Antes de ser conhecido o nome, Tenet era designado como um thriller de espionagem, com Robert Pattison, um dos atores confirmados a comentar que o guião do filme é “irreal”. A Pattison junta-se também Elizabeth Debicki, John David Washington e, como não podia deixar de ser, Michael Caine, ator que tem marcado uma presença regular em quase todos os filmes de Nolan.

A revelação do nome chega-nos por parte da Variety, que acompanha a informação com novas adições ao elenco, com Aaron Taylor-JohnsonClémence PoésyDimple Kapadia e Kenneth Branagh, que trabalhou com Christopher Nolan no seu último filme, Dunkirk.



Interessante também é a mudança de compositor da banda sonora, que, desta vez, não será de Hans Zimmer. A honra caberá a Ludwig Göransson, o músico vencedor de um Óscar da Academia pelo seu trabalho em Black Panther e conhecido pelas bandas sonoras de Creed, Creed II, a série Atlanta e pela produção dos álbuns de Childish Gambino.

Como Nolan nos tem habituado, este será mais um filme para ver no grande ecrã, já que o realizador vai voltar a gravar o máximo que pode no formato IMAX, para exibições até 70mm.

Portanto, teremos mais um filme épico de Christopher Nolan

Quanto a outros detalhes, incluindo o significado do nome, ainda está tudo vago. O termo “Tenet significa um princípio que suporta a fé e o crer numa religião ou filosofia, ou, quem sabe, pode ser até o nome de uma personagem. Seja como for, a promessa é de que vamos ter um filme épico de ação e espionagem à escala global, algo que soa tanto a filmes de James Bond como a jogos de Metal Gear.

Tenet tem estreia prevista para julho de 2020.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Snake Eyes recebe um primeiro trailer cheio de estilo

G.I. Joe recomeça de novo com um spin-off.

Crítica – Luca

Luca segue de perto as fórmulas de sucesso dos estúdios da Pixar sem se desviar por caminhos únicos, mas mesmo assim conta uma história cativante com personagens relacionáveis que chegam ao coração dos espectadores.

Crítica – Godzilla vs. Kong

Godzilla vs. Kong é um regresso em forma do divisivo MonsterVerse. Desde CGI genuinamente impressionante e visualmente orgásmico até às lutas entre monstros repletas de adrenalina e energia, este filme é a definição de puro entretenimento de blockbuster.

Crítica – The Conjuring: The Devil Made Me Do It

The Conjuring: The Devil Made Me Do It é, sem dúvida, a parte mais fraca da trilogia, mas continua bem longe do nível de "horrível" dos piores filmes desta saga de horror.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

La Roche-Posay lança primeiro protetor solar que integra cartão na produção da sua embalagem

Para reduzir em 45% o uso de plástico virgem (quando comparado com a média de embalagens do mercado).

Há novos donuts Kit Kat à venda no Continente por tempo limitado

Uma versão que não vão encontrar noutros super e hipermercados.

Vacinação para maiores de 18 anos arranca a 4 de julho

A vacina é uma ferramenta fundamental para combatermos a pandemia.