- Publicidade -

Que séries e filmes ver durante estes dias de quarentena?

-

- Publicidade -

Apesar de o Governo português não ter decretado ainda quarentena obrigatória (somente para quem vem do estrangeiro), a verdade é que muitos portugueses optaram por isolar-se em casa, saindo apenas para o estritamente necessário, de modo a conter a propagação da COVID-19.

Há muita gente já a trabalhar em regime de teletrabalho, já outros estão de “férias” forçadas, uma vez que não podem executar as suas funções remotamente. Portanto aproveita-se para meter séries e filmes em dia.

Com várias salas de cinema fechadas em Portugal, estreias adiadas e produções interrompidas, o novo coronavírus está a destruir a economia mundial e pode por em causa o mundo dos filmes em números. Até parece que estamos num episódio de Black Mirror.

Nos Estados Unidos, por exemplo, várias distribuidoras adiaram a estreia dos seus filmes, seja para este ano ou mesmo para 2021. Além disso, vários estúdios suspenderam filmagens, programas de televisão passaram a ser gravados sem público e os canais televisivos cancelaram as apresentações das séries a estrear depois do verão.

A própria Netflix, tão querida dos portugueses, teve de interromper a produção das suas filmes e séries não só nos Estados Unidos, mas também no Canadá. Sofrem com isto séries como Stranger Things, cuja 4ª temporada estava em produção, mas também as séries Grace e Frankie e Ryan Murphy, bem como filmes como The Prom. Consequências? São produções que ficam com data de estreia adiada.

Stranger Things 4

No entanto, continuam a existir muitas séries e filmes à distância de um clique, seja nos demais serviços de streaming, ou para compra/aluguer no iTunes ou Google Play.

James Gunn, conhecido realizador que, atualmente, trabalha na pós-produção de Suicide Squad, sugeriu no Instagram 10 filmes para este período de quarentena voluntária. Bob & Carol & Ted & Alice (1969), Aknyeo (2017), Pretty Poison (1968), The Wanderers (1979), Madeo (2009), Kamera wo tomeruna! (2017), The Bad Lieutenant: Port of Call – New Orleans (2009), Hwanghae (2010), Hail the Conquering Hero (1944) e Giù la testa (1971) foram as películas escolhidas pelo cineasta.

Claro, há outras opções disponíveis nos serviços de streaming, sendo, por isso, mais fáceis de aceder. Há que aproveitar a quarentena.

No Amazon Video, serviço de streaming da gigante americana, o catálogo vai ficando com cada vez mais conteúdos de qualidade. Para além da série The Boys, que vale muito a pena, há outras como The Marvelous Mrs. Maisel, Mozart in the Jungle, Transparent, Homecoming, Modern Love e Star Trek Picard, entre muitas outras.

Para filmes, podem, por exemplo, espreitar John Wick 3 – Parabellum, Hustlers, Green Book, Booksmart, Long Shot, Scary Stories to Tell in the Dark… Há centenas de filmes, entre os quais vários nomeados aos Óscares da Academia.

John Wick 3

Voltando à Netflix, ainda a campeã do streaming, tem conteúdo para dar e vender. Sendo mais forte em séries do que em filmes, há produções a não perder, como Ragnarok, I Am Not Okay With This, o reality show Love is Blind, Sex Education, Altered Carbon, Better Caul Saul… Opções para todos os gostos.

E claro, para quem ainda não teve oportunidade de ver os filmes do Studio Ghibli, pode agora fazê-lo, havendo vários filmes já disponíveis como Totoro, Princess Mononoke e Castle in the Sky, só para citar alguns.

No que toca à HBO, o serviço de streaming disponível há menos tempo por cá, não só tem uma catálogo apoiado em produções antigas, muitas delas aclamadas pela crítica, como projetos mais recentes que não deixam nada a desejar, pelo contrário.

Para séries icónicas, podem sempre aproveitar para (re)ver The Wire, Six Feet Under, Boardwalk Empire, Eastbound & Down, Rome, Entourage, Os Sopranos, Deadwood… Sim, são tudo produções da HBO.

Relativamente a algo mais recente, e para quem ainda não teve oportunidade, há sempre Game of Thrones, claro, mas também séries como Watchmen, True Detective, Westworld, Chernobyl, Veep, Silicon Valley, Devs, Years and Years ou Euphoria. A HBO não se foca muito em filmes (embora tenha películas de outros estúdios), mas garantimos que nos faltarão horas sentados frente à TV.

Watchmen HBO 2019

Também não nos devemos esquecer do Apple TV+ nesta quarentena, serviço de streaming da marca da maça. Apesar de muito recente e de, neste momento, não possuir muito conteúdo, há séries que já conquistaram muitas pessoas. Mythic Quest, The Morning Show, Little America, Servant e Dickinson são alguma delas. A Apple promete novidades para breve, embora os planos possam ser alterados devido à atual situação que se vive mundialmente.

Há ainda algo a ressalvar. Devido a este momento delicado que todos passamos, alguns estúdios, que tinham vários filmes ainda no cinema, vão optar por disponibilizar os mesmos através de um serviço de aluguer. Este é um claro teste aos fãs de cinema pelo mundo fora, na medida em que temos uma oportunidade inédita de poder ver novos lançamentos em casa ao mesmo tempo que estes iriam atingir os cinemas.

Se esta iniciativa tiver sucesso, é provável que seja replicada várias vezes. Atenção, isto não é nenhum movimento para extinguir os cinemas. É, sim, uma maneira de apoiar as pessoas envolvidas em cada projeto.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,231FãsGostar
4,045SeguidoresSeguir
503SeguidoresSeguir

Mais Recentes

Análise – Good Job!

Charmoso, adorável e delirante, Good Job! é um jogo de puzzles dinâmicos cheio de surpresas e resoluções onde a força bruta e a cooperação são a chave do sucesso.

Circula no WhatsApp uma mensagem falsa que usa o nome da Netflix

Pois é, os esquemas não param. Ainda hoje demos conta de uma fraude relacionada com o portal...

Análise – Moons of Madness

Moons of Madness é um jogo com boas ideias que precisava de uma narrativa mais estruturada para justificar a sua aposta.

Houseparty nega acusações de fraude: “Todas as contas estão seguras”

É uma das apps do momento, mas está também envolvida numa grande e recente polémica.

Huawei Sound X é a nova coluna com inteligência artificial da marca

Criada em parceria com o marca francesa Devialet, podemos dizer que a nova coluna reúne os pontes fortes destes pesos pesados da tecnologia.
- Publicidade -