SebastiAn, Roméo Elvis e BaianaSystem no Super Bock Super Rock

por Echo Boomer

SebastiAn, Roméo Elvis e BaianaSystem são os três últimos nomes adicionados ao Palco Somersby do Super Bock Super Rock, que, desta forma, se encontra com a programação completa nesse palco.

SebastiAn é, na verdade, Sebastian Akchoté, que desde cedo foi exposto a muita música. Depois de alguns EPs que despertaram a atenção do público e da imprensa especializada (HAL, Smocking Kills, Ross Ross Ross, Motor), SebastiAn dedicou-se às inúmeras e brilhantes remisturas de artistas como Daft Punk, Kelis, Charlotte Gainsbourg, Beastie Boys ou The Kills, entre outros (SebastiAn Remixes), e ainda à produção de bandas-sonoras, como a do filme Steak, em conjunto com Sébastien Tellier e M.Oizo, no qual também participa enquanto ator, tendo ainda produzido temas de nomes como Frank Ocean e Woodkid. O primeiro disco, TOTAL, chegou em 2010. E vão haver mais novidades para breve. Atua a 18 de julho.

Já Roméo Elvis é outro artista que ficou interessado na música desde a sua infância. Com uma família de artistas (a mãe é cantora, o pai é humorista e a irmã é cantora e pianista), a arte apareceu na sua vida como o caminho mais natural. Foram registos como Bruxelles c’est devenu la jungle, Famille nombreuse e Morale que confirmaram este músico belga como um talento em bruto. O disco de estreia chegou em 2017, com Morale 2. Já Chocolate, o segundo disco, vai chegar ainda este ano. Deste trabalho, já se conhecem os singles “Malade” e “Normal”. Atua a 19 de julho.



Por último,os BaianaSystem são um dos projetos mais estimulantes da nova música brasileira. O disco de estreia, BaianaSystem, chegou em 2010, e, desde logo, mostrou uma banda conhecida pelas suas atuações ao vivo. Constituídos por Russo Passapusso (vocalista), Roberto Barreto (guitarrista) e SekoBass (baixista), os BaianaSystem lançaram ainda os discos Duas Cidades e Outras Cidades, editados em 2016 e em 2017, respetivamente, e este ano chegou o novíssimo O Futuro Não Demora. Atuam a 20 de julho.

Até agora, o Super Bock Super Rock anunciou Lana del Rey, The 1975, Jungle, Metronomy, FKJ, Superorganism, Kaytranada, Disclosure, Charlotte Gainsbourg, Cat Power, ProfJam, Masego, Migos, Calexico and Iron & Wine, Branko, Christine and The Queens, Shame, Conan Osiris, Conjunto Corona, Galgo, Glockenwise, Sallim, Roosevelt, Ezra Collective, Gorgon City, Janelle Monáe, Dino D’Santiago, Rubel, Phoenix, Booka Shade, Dâm-Funk, Mike El Nite, Madrepaz, Grandfather’s House, Sallim, Twist Connection, FUGLY, Galgo, Estraca, TNT e Pedro Mafama. Há ainda uma noite de warm-up com mão da Discotexas.



Recorde-se que a 25ª edição do Super Bock Super Rock vai acontecer a 18, 19 e 20 de julho de 2019, na Herdade do Cabeço da Flauta, no Meco, após após se ter mudado para o Parque das Nações, em Lisboa. O “novo” local vai estar preparado para o campismo durante os três dias e será de acesso gratuito a todos os portadores do passe geral, que podem aproveitar o campismo mais cedo, neste caso desde quarta-feira, 17 de julho, até domingo, 21 de julho.

Quanto aos bilhetes, já podem ser adquiridos num terceiro lote na Blueticket e outros locais habituais com o passe de três dias a custar 110€ e o diário 60€. Recorde-se que o dia 18 de julho está esgotado.

Também pode interessar

Deixar uma resposta

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: