Samsung S9 apresentado a 25 de fevereiro: Tudo o que sabemos até agora

À exceção do ano passado, em que a Samsung optou por não apresentar o S8 na Mobile World Congress, este ano a marca coreana voltou a apostar na mega feira de Barcelona para anunciar ao mundo o novíssimo Samsung S9.

É já a 25 de fevereiro que vamos conhecer o mais recente topo de gama da gigante tecnológica. E confessamos, com tudo o que já foi desmistificado na Internet, pouco há a revelar.

Para já, serão dois terminais, como é óbvio, o S9 e S9 Plus/S9+, faltando confirmar o nome oficial. E são distintos entre si.

O S9 terá um ecrã Super AMOLED de 5,8 polegadas, resolução QHD+ e proporção 18,5:9, um processador Exynos 9810 ou Snapdragon 845, dependendo da região, 4GB de RAM, 64GB de memória interna, câmara traseira (não é dupla) com abertura de f/1.5 e câmara frontal com 8MP, leitor de impressões digitais na traseira e, claro, trará o Android Oreo.

No caso específico do sistema biométrico, segundo refere o site Korea Herald, os sensores da digitalização da íris serão atualizados dos dois para os três megapixéis, o que permitirá uma deteção mais eficiente.

Contudo, a grande estrela do evento será o S9+. Temos o mesmo processador do S9, mas tudo o resto é diferente. O ecrã é de 6,2 polegadas com a mesma resolução QHD+ e proporção 18,5:9, 6GB de RAM, 128GB de armazenamento interno expansíveis cia cartão microSD e, preparem-se, uma câmara dupla com abertura de lente variável.

Samsung S9+

Aliás, a câmara é mesmo um dos pontos que a Samsung destacou para o evento. É a câmara, reinventada, diz a marca numa imagem colocada nas redes sociais. A questão da lente de abertura variável é uma tecnologia implementada no modelo W2018, um flip-phone lançado em novembro do ano passado, e que chega agora ao topo de gama da marca. Essencialmente, permitirá aos utilizadores ajustarem a abertura antes de captarem a foto.

No caso do S9+, teremos dois sensores traseiros de 12MP, sendo que o sensor primário vem com uma lente de abertura f/1.5 e o secundário com uma lente de abertura f/2.4. Ou seja, é uma configuração que vai permitir aos utilizadores tirar fotos com os dois sensores em simultâneo, resultando em imagens de altíssima qualidade. Já na parte frontal, tanto o S9 como o S9+ terão 8MP com focagem automática e sistema de reconhecimento da íris.

Outra das novidades do evento está relacionada com a novíssima DeX Pad, que vem substituir a Samsung Dex lançada no ano passado.

DeX, por outras palavras, significa Desktop Experience. E é mesmo isto que este equipamento faz ao expandir a nossa experiência Android para um verdadeiro ambiente de trabalho. Basta ligar a DeX a um monitor externo.

Mas note-se as diferenças estéticas entre a primeira versão DeX e nova, com esta última a apresentar um formato liso ao invés do circular. Em termos de funcionamento, basicamente o nosso smartphone poderá ser usado como teclado ou rato, o que elimina a necessidade de andar com mais um gadget de um lado para o outro.

Agora só temos de esperar pelo evento da MWC para ficarmos a conhecer todos os detalhes, sendo que os novos S9 e S9+ deverão chegar ao mercado logo no início de março.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,596FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
609SeguidoresSeguir

Relacionados

Oficial: Samsung Galaxy Note 20 vai ser apresentado a 5 de agosto

E como seria de esperar, será um evento 100% virtual.

Samsung Galaxy Note 20 e Fold 2 devem ser apresentados a 5 de agosto

A data foi divulgada por alguns leakers da indústria. E ao que tudo indica, não serão os únicos equipamentos a ser apresentados.

Apple Music chegou às Smart TVs da Samsung, incluindo modelos de 2018

Têm subscrição no Apple Music, serviço de streaming da marca da maça, e uma TV Samsung minimamente recente? Há boas notícias.
- Publicidade -

Mais Recentes

Duas noites de estadia na região de Lisboa dão direito a borlas nos transportes públicos e museus

É uma iniciativa promovida pela Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e da Associação Turismo de Lisboa.

Estado de Calamidade prolongado por mais 15 dias em 19 freguesias de Lisboa

O Governo decidiu manter o país em estado de alerta. Lisboa mantém-se em fase de contingência, à exceção das tais 19 freguesias.