Mais de 24.000 espetáculos adiados, cancelados ou suspensos devido à COVID-19

A APEFE (Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos) fez um levantamento exaustivo e detalhado, em conjunto com as principais empresas de bilhética nacionais – Ticketline, Blueticket e BOL, do número de espetáculos cancelados, adiados ou suspensos no país inteiro, com realização prevista entre 8 de março e o próximo dia 31 de maio.

- Publicidade -

De acordo com os dados revelados por cada uma das empresas, contabilizaram-se pelo menos 364 promotores envolvidos.

COVID-19

A divulgação destes dados permite uma leitura real e fidedigna do impacto económico no setor dos espetáculos ao vivo, decorrente das medidas de contenção da crise epidémica Covid-19 e que levou à paralisação total da atividade de milhares de pessoas, que ocorreu mesmo antes da declaração do estado de emergência no passado dia 18 de março.

Do total de espetáculos em agenda, verificam-se até ao momento 7.866 espetáculos cancelados, 15.412 espetáculos adiados e 1.537 espetáculos suspensos.

Face à renovação do estado de emergência anunciada ontem, dia 2 de abril, e aos recentes desenvolvimentos da pandemia, estes números só poderão aumentar exponencialmente nas próximas semanas, não só relativamente a eventos ainda agendados para o mês de maio e que escaparam à primeira “avalanche” de cancelamentos, como pela incerteza da possibilidade da realização de outros espetáculos nos meses seguintes

É uma crise sem precedentes no mercado da cultura em Portugal.

Fonte:APEFE
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Espetáculos ao ar livre? Nesta fase só mesmo com lugares marcados, diz a DGS

As notícias não são animadoras para o setor.

Regresso à cultura conta com a ajuda de uma startup portuguesa

Os eventos-teste realizados no final de abril tiveram a ajuda de uma startup sediada em Coimbra.

Coimbra é a cidade escolhida para o terceiro teste-piloto

Mais uma iniciativa para perceber se é possível avançar com eventos culturais em segurança.

Parque de estacionamento em construção em Lisboa vai promover o trabalho de dezenas de artistas

O Mercado P'la Ate nasce a 8 de maio no Prata Riverside Village.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Continente é o primeiro retalhista a investir em folhetos personalizados

Contam com uma seleção de promoções que vai ao encontro das necessidades individuais de cada cliente.