Quarta edição do festival CEM PORTAS acontece no Convento São Francisco, em Coimbra

E é já esta semana.

- Publicidade -

O CEM PORTAS – O Convento aberto à cidade está de regresso para a sua quarta edição. É já no próximo fim de semana, de 3 a 5 de setembro, que as portas do emblemático Convento São Francisco, em Coimbra, se abrem para uma programação eclética e diversificada que inclui música, cinema, circo contemporâneo, dança e muito mais.

No primeiro dia do evento, sexta-feira, os visitantes podem assistir à performance sonoro-musical de Carlos Santos e Miguel dos Reis, Uma orelha na cidade. Agendado para as 19h, na Sala Conventual, este é um dos projetos que resulta de um processo de captação de sons na cidade de Coimbra. Segue-se, às 21h30, no grande auditório do Convento São Francisco, o espetáculo de circo contemporâneo Otus, da Companhia Oliveira e Bachtler, que traz a cena uma reflexão sobre a tensão e a relação, num universo abstrato de madeira. Por fim, o ator André Gago será o responsável por encerrar a noite, com a apresentação do primeiro dos três recitais que compõem o projeto Coimbra-C, Estação Europa. O momento, que conta com poesia, prosa ou ensaio está agendado para as 22h30, nos Claustros do Piso 1.

A programação para o segundo dia do evento, sábado, 4 de setembro, tem início às 16h, com a performance sonoro-musical Paisagens sonoras da Cidade, a cargo de João Castro Pinto e Leonor Arnauth. A performance, que parte, também, de captações feitas na cidade de Coimbra e ao longo de várias localizações do Rio Mondego, pode ser vista na Sala Conventual. Mais tarde, às 18h30, na Sala Sofia, o programa prossegue com o espetáculo de dança #4 ar, da autoria de Marta Cerqueira (bailaria e coreógrafa) e Simão Costa (pianista e compositor). Às 21h30, na Praça da Caixa de Palco, o Cem Portas celebra os 100 anos do filme O garoto de Charlot com um cine-concerto que resulta de uma residência artística realizada no Convento São Francisco e que culminou na pintura sonora que ilustrará, ao vivo, uma das obras de referência de um dos maiores génios da comédia do cinema mudo, Charlie Chaplin. O dia fecha com a performance Cargas, da espanhola Cia. Es Circ, agendada para as 22h30, na Praça das Bandeiras. Esperam-se momentos inusitados onde a façanha do corpo circense se alia à magia do equilíbrio com pedras para recriar um imaginário ancestral e primitivo.

No último dia do programa, domingo, 5 de setembro, os Claustros do Convento São Francisco recebem, às 10h, duas sessões do concerto Bebés com Asas. Da autoria da Academia de Música de Coimbra, este é um espetáculo criado para estimular a imaginação de bebés. Já de tarde, às 17h, o convite é para refletir sobre a solidão na velhice, com o espetáculo poético Somente, do Teatro Só, que será exibido na Praça do Restaurante. Por fim, às 17h30, o festival encerra com o espetáculo Ressonâncias II: Concerto #2, na Sala Conventual. Este último espetáculo foi desenvolvido em torno do dispositivo interativo Mobiliário Sonoro 02 (MS02), um objeto que permite a exploração artística, educativa e lúdica daquele arquivo.

As entradas para todos os eventos são gratuitas, estando sujeitas à lotação de cada um dos espaços e à apresentação de bilhete. Para isso, devem levantar as entradas na bilheteira do Convento São Francisco entre as 15h e as 20h.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Há uma nova loja MEO em Coimbra sem barreiras físicas

Ou seja, está totalmente despida de montras.

Torres Vedras recebe quarta edição do festival Novas Invasões

Este ano, o Novas Invasões continua a ter entrada gratuita, sendo necessário, no entanto, apresentar bilhete.

Coimbra é palco da 6ª edição do World Piano Meeting

O evento irá decorrer entre 6 de agosto e 8 de setembro.

Festival interMEDio traz de volta a world music a Loulé

Ainda não há cartaz, mas será divulgado nos próximos dias.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Portela leva os “melhores iced coffee, affogatos e cappuccinos” para o Parque das Nações

Este espaço é também o primeiro a refletir a mudança de identidade recentemente assumida pela marca.

Governo já emitiu seis milhões de vouchers para manuais escolares gratuitos

E atenção que o levantamento dos manuais é feito em locais diferentes consoante sejam novos ou reutilizados.