Preserve. Esta plataforma quer ajudar a economia local a enfrentar a COVID-19

É mais um dos projetos criados pela comunidade tech4COVID19, uma iniciativa de um grupo de empreendedores que está a criar soluções tecnológicas para ajudar a população a ultrapassar os desafios trazidos pela pandemia. Chama-se Preserve e nasceu com o intuito de ajudar a contrariar as quebras de receita dos negócios locais (restaurantes, cafés, mercearias, entre outros) por todo o país.

Preserve
- Publicidade -

Na prática, o projeto permite que estabelecimentos dos mais variados setores afetados vendam agora vouchers online, de modo a que estes sejam utilizados futuramente pelos seus compradores quando os negócios voltarem ao seu normal funcionamento. Desta forma, criam-se receitas imediatas para que seja possível pagar salários, fornecedores e outros encargos, que estão, neste momento, em risco.

O pagamento dos vouchers é feito através da euPago, que rescindiu de parte das suas comissões para que as empresas recebam a totalidade do valor, sem quaisquer taxas adicionais. Para comprar vouchers ou para que os proprietários inscrevam de forma gratuita os seus estabelecimentos na plataforma, basta irem ao site oficial.

Entre os parceiros do Preserve, estão já a Associação Comercial de Braga, a Associação Comercial Distrito de Évora, a Associação Comercial do Porto, a Pro.var – Promover e Inovar a Restauração Nacional, a Associação Comercial e Industrial de Évora, a Associação Empresarial de Viana do Castelo, a Edições do Gosto e a Made of Lisboa.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Deve-se ou não vacinar os jovens entre os 12 e os 15 anos contra a COVID-19?

Na ótica da Direção-Geral de Saúde, só é recomendável que se vacinem os jovens se eles tiverem comorbilidades associadas, que possam conduzir a uma doença grave ou à morte.

Centro Colombo faz testes gratuitos à COVID-19

O processo está a ser coordenado pelos profissionais de saúde da Farmácia Colombo, que comunica todos os resultados às autoridades competentes.

DGS recomenda realização de testes à COVID-19 em casamentos com mais de 10 pessoas

No caso de eventos de natureza cultural ou desportiva, recomenda-se a testagem sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1.000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

IVAucher. Vários consumidores já se queixaram de falhas no reembolso

A medida que previa beneficiar os contribuintes está, afinal, a transformar-se numa dor de cabeça.

Burger King abre novo restaurante no concelho de Vila Nova de Gaia

Esta abertura representa a criação de cerca de 25 novos postos de trabalho diretos.

Cervejeira MUSA chega finalmente ao Porto

Vai ser o novo ponto de encontro obrigatório na cidade.