O universo de Molly Burch no Pérola Negra

Há vozes e melodias que nos transmitem uma leveza tão grande que nos fazem flutuar para o universo do próprio artista, e Molly Burch é um exemplo desse sentimento.

- Publicidade -

Foi no passado dia 2 de julho que a artista norte-americana pisou pela primeira vez um palco na cidade do Porto. A atmosfera acolhedora do Pérola Negra foi o local escolhido para mais um evento da Gig Club.

A sala aos poucos vai-se compondo e, apesar de estar longe de encher, o ambiente no Pérola é bastante caloroso. Começamos a derreter logo na entrada de Molly e da restante banda com as primeiras letras de “Candy”, do seu mais recente álbum First Flower, editado em 2018 pela Captured Tracks.

GaFG Jeg8rGx6s7dOUCafqrS9RbsnbsGKShhesiNpAtwxqa4dhrlOJXtpxFpGVZqPDLNeKi GOHI9ue1jykCYfED 8biFB6QBrvM2xo iJCjDPu5VATpe5wSSieNxDFO KWrWfLt=w2400Como seria de esperar, é sobre este álbum que a cantautora se debruça quase na totalidade da setlist. Enquanto que no seu primeiro álbum, Please Be Mine, as letras de Molly Burch focam-se nas atribulações e sofrimento das relações amorosas, em First Flower há uma mudança notória com a artista a fazer como que uma introspeção para perceber o que deseja das relações e como a sua ansiedade pode afetar as mesmas. Exemplo disso é a canção “Dangerous Place” (“How did I miss it? /
This is a dangerous space / I hope I learn from my mistakes / I hope I forgive myself one day”).

Canção após canção, a profundidade e versatilidade da sua voz, juntamente com acordes ora melódicos ora rasgados da guitarra do seu namorado Dailey Toliver, vão puxando o público para dentro do seu mundinho tão sincero e pessoal que se torna impossível não nos identificarmos com Molly Burch.

Afinal de contas, quem nunca teve um desgosto amoroso?

O0QebUl5nKyE70VJJ TD iMx92OyI3HTtfg0HK3GQ7evBJQkzc9utNfDGlWONSuDxslUKfIaAYHO1QabEY97O48bjnGvswOtiJDr3TVc3qW0PawDdxtAO1 vsdt7KScZEPb0idSU=w2400Fotos de: Telmo Pinto

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Clã no M.Ou.Co – Foi uma prenda de Natal antecipada

Um bom presságio para 2022? Esperemos que sim.

Mão Morta no Festival Back to Back – No Fim Estávamos Quentes

Papinho cheio de ter visto quem nunca desilude. Para o ano é favor repetir.

Super Bock em Stock (Dia 1) – Tuk Tuks para Autóctones

Um regresso aos festivais, neste caso a um itinerante.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Algarve Outlet muda de nome para Ria Shopping e terá um hotel integrado

Muitas novidades fruto de um processo de reestruturação de todo este complexo comercial.

Polestar, marca de veículos elétricos da Volvo, vai entrar em Portugal até junho

Mas os detalhes sobre a chegada ao mercado português ainda são escassos.

Banco CTT deixa de ser zero comissões

Se forem clientes, não conseguirão mesmo escapar das comissões. A solução, para quem não quiser pagar, passa pelo fecho da conta.