Nova greve dos motoristas de matérias perigosas a 23 de maio?

por Echo Boomer

Pelo menos foi o dia marcado pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) para que os trabalhadores parem novamente o país. É, para já, um pré-aviso de greve, podendo não acontecer a não ser que aquele sindicato chegue a acordo com a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM).

Para já, e para descansar os portugueses, tinha sido anunciado após uma ronda negocial que ambas as entidades tinham acordado um pacto de 30 dias até à realização de uma possível nova greve.

Porém, quando se dizia que uma nova proposta salarial se situava muito próxima dos 1200€ pedidos pela SNMMP, eis que, afinal, terá sido apresentada uma contraproposta de 700€ de salário base, uma diferença considerável de 500€ em relação ao que o sindicato pede.



“Após a rejeição expressa pela ANTRAM da proposta apresentada pelo SNMMP na primeira reunião, e que consistia num salário base de 1.200,00 euros e na consagração da categoria profissional especifica para motoristas de mercadorias perigosas, aquele sindicato, numa clara mudança de postura, a que não foram alheios os argumentos da ANTRAM apresentados ao longo dos últimos contactos, apresentou uma nova contraproposta negocial”, diz um comunicado oficial da ANTRAM.

Além disso, “esta nova contraproposta assenta, agora, num salário base de 700 euros com efeitos a partir de dia 01 de janeiro de 2020, mantendo-se, em termos gerais, os termos do atual CCTV [Contrato Coletivo de Trabalho Vertical do setor rodoviário de mercadorias], ainda que reforçando, em sede de seguros, exames de saúde e subsídio diário adicional a criar, a proteção dos trabalhadores afetos ao transporte de mercadorias perigosas em cisterna”.

Claro que estes não são os valores pedidos pela SNMMP, daí o anúncio de um pré-aviso de greve.

Em todo, é provável que os portugueses estejam agora mais preparados para uma nova seca de combustíveis, uma vez que, aquando da primeira greve, poucos lhe deram a devida atenção. Acabaram surpreendidos e com um país à beira de um colapso.

Também pode interessar

Deixar uma resposta

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: