Musicasa oferece um campo de férias diferente para os miúdos este ano

- Publicidade -

Música, cultura, desporto e muita brincadeira num projeto único em Portugal.

Numa altura em que as aulas estão prestes a terminar, muitos pais têm sempre aquele problema todos os dias enquanto os filhos não atingem maioridade: o que fazer com eles no período de férias. Muitos podem umas semanas com os avós, outros desenvolvem hobbies, mas há sempre jovens que não sabem muito bem o que fazer e que, quando ouvem falar em campo de férias, tendem a torcer o nariz. Pois bem, há um projeto que promete agradar a todos.

Chama-se Musicasa e junta música, cultura, desporto e, claro muita brincadeira. Indicado para crianças com idades compreendidas entre os 3 e os 16 anos, os miúdos aprendem a conhecer-se a si próprios e aos outros, enquanto adquirem conhecimentos musicais, tanto práticos como teóricos.

A semana divide-se em aulas de música de manhã, entre guitarra, piano, violino e canto, e atividades diversas à tarde, ligadas ao desporto, cultura, espírito de equipa e muita diversão.

E não, os mais novos não precisam de ter um instrumento ou sequer saber tocar um, uma vez que as turmas são adaptadas aos níveis de experiência. Há instrumentos para quem não possui um e há professores, animadores e babysitters durante todo o dia para as diferentes atividades.

O serviço é personalizado, mas simples e acessível, com a Musicasa a promover a música como um meio de desenvolvimento pessoal, cultural e pedagógico.

Se vos pareceu bem, saibam que os Campo Musicasa têm lugar no Colégio de São Tomás, em Sete Rios, Lisboa, nas semanas de 5-9 julho, 12-16 julho, 19-23 julho e 26-30 julho.

Os preços variam consoante opte por uma ou mais semanas: uma semana – 110€; duas semanas – 209€, três semanas – 308€, quatro semanas – 407€. As inscrições deve ser feitas através do site oficial.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Balada para Sophie, banda desenhada portuguesa, vai ser adaptada a série pela Universal

IDW anunciou a adaptação de cinco títulos de banda desenhada para várias plataformas, e uma é da autoria do português Filipe Melo.

Concerto dos Backstreet Boys em Lisboa está esgotado

Agora só mesmo através de um passatempo... ou mercado em segunda mão.