fbpx

Música: Álbuns essenciais (fevereiro) – Parte 2

Como anunciado no artigo relativo a janeiro, fevereiro foi um mês com um boom considerável de álbuns de qualidade. Por isso, se já ouviram os nove álbuns sugeridos anteriormente, trago-vos mais uma série deles para se entreterem.

álbuns essenciais

Quase o dobro dos álbuns do mês de janeiro, o presente mês em análise não só trouxe quantidade, como qualidade. Preparem-se para uma viagem ao longo das novidades da música em fevereiro (não se esqueçam de atentar a parte 1, aqui).

Grimes – Miss Anthropocene

Grimes

Género: Art Pop/Industrial

Link para o Spotify

Já acompanho Claire Boucher quase há uma década e, por incrível que pareça, o seu trabalho como Grimes nunca me desiludiu. Claire consegue tornar qualquer música em arte, encontrando beleza escondida nos beats mais agressivos. Não obstante, tenho a perfeita noção que esta vertente de música eletrónica com nuances predominantes de art pop/synth-pop/industrial não é para o ouvido de qualquer um. É como o heavy metal ou techno: ou se gosta ou chega a ser difícil suportar.

Em todo o caso, dêem um “vista de ouvidos”. Tenho a certeza que alguma das nuances vos vai interessar. Para ajudar, posso dizer que este álbum é o mais diverso até à data, provido de faixas bastante dançantes.

Músicas a ouvir:

  • Delete Forever
  • Violence – Original Mix (feat. i_o)
  • 4ÆM
  • My Name Is Dark – Art Mix
  • You’ll miss me when I’m not around
  • We Appreciate Power (feat. HANA)

Classificação do álbum: ★★★★½

Moses Boyd – Dark Matter

Moses Boyd

Género: Jazz

Link para o Spotify

Aos puristas pode não agradar, mas Moses Boyd sabe bem o que quer e o que faz: abrir as portas do jazz à nova geração, com a ajuda de uma postura moderna e um abordagem diferente, sendo responsável por contribuir com um toque mais eletrónico.

Moses tem uma história rara e interessante. Faz parte da geração que está a elevar o rap britânico, mas, ao contrário da maioria desses miúdos (que estão a fazer mossa nesse género), os seus heróis sempre foram Duke Ellington ou Miles Davis. Uma raridade, tendo sempre causado intriga em todos os mentores que o acompanharam nesta caminhada no Jazz.

Sem dúvida alguma que Dark Matter é um dos grandes álbuns de jazz lançados desde Heaven and Earth (2017), de Kamasi Washington.

Músicas a ouvir:

  • Stranger Than Fiction
  • BTB
  • Y.O.Y.O.
  • Shades of You (feat. Poppy Ajudha)
  • 2 Far Gone (feat. Nonku Phiri)

Classificação do álbum: ★★★★½

Moses Sumney – Grae: Part. 1

Moses Sumney

Género: R&B/Eletrónica

Link para o Spotify

Com a segunda parte do álbum a ser lançada em maio, a primeira é um bom presságio para o que aí vem.

Das melhores vozes do panorama atual do R&B, com falsetes invejáveis, Moses Sumney volta em força depois de, em 2017, se ter estreado com o álbum Aromanticism. Este foi considerado pela Pitchfork um dos 200 melhores álbuns da década, tendo inclusive chamado à atenção ao compositor Ramin Djawadi.

Posso dizer que o futuro avizinha-se brilhante para Sumney mas, infelizmente, apesar de estar confirmado para o NOS Alive 2020, há um clima de incerteza sobre a realização do festival.

Músicas a ouvir:

  • Cut Me
  • Virile
  • Conveyor
  • Colouour
  • Polly

Classificação do álbum: ★★★★

Nada Surf – Never Not Together

Nada Surf

Género: Pop Rock/Indie Rock

Link para o Spotify

Com alguns altos e baixos ao longo de uma carreira de quase 30 anos, os Nada Surf regressam com um álbum simples, nostálgico, mas seguro. Com estatuto sólido nesta fase da carreira, às vezes mais vale assim do que arriscar. O resultado é bastante satisfatório. Difícil é não gostar de Never Not Together.

Músicas a ouvir:

  • So Much Love
  • Just Wait
  • Looking For You
  • Mathilda

Classificação do álbum: ★★★★

Pat Metheny – From This Place

Pat Metheny

Género: Jazz/Orchestral Jazz

Link para o Spotify

Com uma longa carreira no mundo do jazz e sem muito a provar, Pat Metheny lança mais um álbum bastante agradável de se ouvir e mais “listening friendly” que trabalhos passados.
Nota especial para a faixa “You Are”, que é sublime e, ao mesmo tempo, assombrosa.

Músicas a ouvir:

  • You Are
  • Everything Explained
  • Love May Take Awhile

Classificação do álbum: ★★★½

Soccer Mommy – color theory

Soccer Mommy

Género: Pop/Pop Rock

Link para o Spotify

2018 foi um ano ótimo para Sophia Allison, que, aos 20 anos e com o seu 3º álbum (Clean), conseguiu conquistar a crítica. No entanto, é com o som color theory que se destaca, graças à sua abordagem tão particular. Com este álbum, Soccer Mommy, mostra um lado muito sombrio e desmotivado, mas sem nunca perder a ternura que a torna especial.

Músicas a ouvir:

  • bloodstream
  • circle the drain
  • crawling in my skin
  • yellow is the color of her eyes
  • lucy

Classificação do álbum: ★★★★½

Spanish Love Songs – Brave Faces Everyone

Spanish Love Songs

Género: Pop Rock/Punk Rock

Link para o Spotify

Confesso que não conhecia a banda e não podia estar mais surpreendido. Toda a sonoridade característica deste álbum traz recordações de música com a qual cresci. Um misto de Jimmy Eat WorldBlink-182 e Yellowcard, mas sem baladas ou música acústica para dar um descanso durante o álbum. Brave Faces Everywhere é uma viagem eletrizante em altas rotações ao auge do punk e pop rock.

Músicas a ouvir:

  • Routine Pain
  • Self-Destruction (As a Sensible Career Choice)
  • Generation Loss
  • Kick
  • Beach Front Property
  • Losers
  • Losers 2

Classificação do álbum: ★★★★★

Tame Impala – The Slow Rush

Tame Impala

Género: Pop Psycadélico/Disco

Link para o Spotify

Tame Impala, sob a alçada do mastermind Kevin Parker, já é conhecida como uma banda versátil. Com este álbum dissiparam-se todas as dúvidas ainda existentes!

Encostaram-se as guitarras a um canto para soprar o pó aos teclados e sintetizadores e o que é que se conclui? Mesmo com uma mudança abrupta de instrumentos chave, está aqui mais um álbum de extrema qualidade. Nunca se consegue agradar a toda a gente, mas uma coisa é certa: a música saiu a ganhar, mais uma vez!

Músicas a ouvir:

  • One More Year
  • Instant Destiny
  • Borderline
  • Breathe Deeper
  • Lost In Yesterday
  • Is It True
  • It Might Be Time

Classificação do álbum: ★★★★★

The Secret Sisters – Saturn Return

The Secret Sisters

Género: Country-Folk/Americana

Link para o Spotify

Nascidas e criadas num ambiente familiar sempre ligado à música, tal explica a naturalidade com que Laura e Lydia conseguem produzir música em conjunto. O facto de, entre a produção e lançamento deste álbum, ambas terem dado à luz, tornou-o mágico. Isto porque captou o estado de espírito das irmãs no virar da página para uma nova fase da vida de ambas (respetivamente). Mais do que um álbum, acaba por ser um diário belíssimo.

Músicas a ouvir:

  • Silver
  • Late Bloomer
  • Hand Over My Heart
  • Hold You Dear
  • Water Witch

Classificação do álbum: ★★★★½

The Third Mind – The Third Mind

The Third Mind

Género: Blues-Rock/Experimental

Link para o Spotify

“I had a crazy idea and was looking for musicians who perhaps didn’t think it was so insane.” – Dave Alvin.

The Third Mind juntaram-se com um único objetivo: criar música. Ao ler a biografia de Miles Davis, Dave quis replicar a forma de criar música dessa altura, onde os músicos combinavam uma hora e um local, escolhiam um groove e começavam a gravar. E assim era, durante vários dias.

No final, pegavam no material gravado e editavam versões finais de músicas para comporem um álbum. As palavras-chave são espontaneidade e criatividade.

O resultado está à vista… Mais destes álbuns, por favor!

Músicas a ouvir:

  • Claudia Cardinale
  • Morning Dew
  • Reverbation

Classificação do álbum: ★★★★

Se o problema de janeiro foi ter tido pouco material para ouvir, a seleção de fevereiro surge como remédio para todos os vossos males. Já tenho preparado os álbuns essenciais de março, mas concluo que preciso de uma RAM mais potente para o meu MacBook, até porque quero acrescentar um extra no fim da análise aos álbuns: singles!

Link para os álbuns essenciais de março

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,786FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Cyberpunk 2077 vai contar com Grimes, Refused, Run the Jewels e muitos mais na banda sonora

Num curto vídeo, a CD Projekt RED revelou os artistas que convidou a participarem no jogo para criarem músicas e sons que fazem parte do mundo de Cyberpunk 2077.

J Balvin confirmado no MEO Sudoeste

Ao festival chega mais um representante do reggaeton.
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Tony Hawk’s Pro Skater 1+2

Tony Hawk Pro Skater 1+2 é o renascer de dois clássicos compilados num só jogo, prometendo diversão para muitas horas.

Chegou ao mercado a primeira cápsula biodegradável e compostável da Kaffa

Sabiam que 50% da gama KAFFA Biodegradável e Compostável é produzida com café biológico?