Mini-Críticas de 2019 (Cinema)

-

Ao longo do ano, não fui capaz de assistir a todos os filmes que pretendia inicialmente (tive que reduzir a minha lista para menos de 100). Devido ao emprego, razões pessoais ou simplesmente porque os cinemas não disponibilizaram sessões a horários e locais decentes (é muito difícil assistir à versão original de um filme de animação, por exemplo), tive que “saltar” alguns filmes para os quais estava realmente entusiasmado.

Além disso, existem alguns filmes que saíram nestas duas últimas semanas de 2019 sobre os quais não vou ter tempo para escrever uma critica completa, logo irei inseri-los também aqui nesta lista de mini-críticas.

Deêm uma vista de olhos por todos, pois há alguns potenciais Top 10 e cotações máximas por aqui (As notas vão de 0 a 5).

The Two Popes (2019): 3.5/5

Anthony Hopkins e Jonathan Pryce entregam duas prestações dignas de galardões, elevando uma história surpreendentemente cheia de humor sobre religião. Não sou fã da edição e The Two Popes extende-se em demasia.

Honey Boy (2019): 4/5

Alma Har’el oferece uma história terapêutica com excelente realização e que irá conetar-se com muitas pessoas. Shia LaBeouf brilha tanto como argumentista como ator, mas Noah Jupe prova que é um dos melhores jovens atores a trabalhar nos dias de hoje. É um pouco repetitivo e pesado para se assistir, mas Honey Boy encontra-se no 1/3 superior de 2019.

The Report (2019): 3.5/5

Adoro assistir a histórias verdadeiras quando estas são capazes de dizer o que realmente aconteceu de uma forma convincente. Scott Z. Burns desvenda a verdade desconfortável sobre a negação da CIA em usar métodos de tortura ineficientes e tem Adam Driver a provar novamente as razões pelas quais é um ator tão aclamado. Restrito pelos clichês do género e problemas formulaicos, The Report não deixa de ser um filme importante que principalmente os americanos se devem sentar a assistir.

The Nightingale (2019): 4/5

Jennifer Kent entregou um dos melhores filmes de horror da década, The Babadook. Com The Nightingale, apenas a sua segunda longa-metragem, oferece uma das histórias de vingança mais visualmente brutais, chocantes, devastadoras e violentas de sempre. Este filme é a definição de “não é para todos”.

Ford v Ferrari (2019): 5/5

Nunca esperei que um filme desportivo, muito menos um baseado em eventos verídicos, me impressionasse tanto. James Mangold tem aqui um dos melhores, talvez mesmo o melhor filme de desporto de sempre. Com performances dignas de prémios por parte de Christian Bale e Matt Damon, Ford v Ferrari (ou Le Mans ’66) tem personagens tão excecionalmente escritas e tão emocionalmente convincentes que me senti com vontade de chorar no final do filme. As corridas são fascinantes e trazem o entretenimento, mas é o argumento belíssimo que me deixa de queixo caído. Definitivamente, um dos filmes do ano!

The Irishman (2019): 4/5

Pode não ser o melhor filme de Martin Scorsese até hoje, mas é mais uma prova de que ele é um dos cineastas mais talentosos de sempre. Com Robert De Niro a entregar a sua melhor prestação da década, Al Pacino a enlouquecer e Joe Pesci a regressar da reforma brilhantemente, The Irishman é uma história (muito) longa, mas maravilhosamente escrita, sobre amizade e a vida. A melhor edição do ano (Thelma Schoonmaker) torna o tempo de execução mais suave, mas este ainda se arrasta em alguns momentos. Também sinto que a personagem de Anna Paquin deveria ter tido mais impacto. O de-aging utilizado é, sem dúvida, impressionante (ao ponto de até ficar confuso quando é que são mesmo os atores ou uma versão mais nova/velha), mesmo que sejam precisos alguns minutos para nos habituarmos.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos nas redes Sociais

9,793FãsGostar
4,004SeguidoresSeguir
478SeguidoresSeguir
- Publicidade -

Mais Recentes

Programa de inovação do Rock in Rio regressa em junho a Lisboa

Falamos, lá está, do Rock in Rio Innovation Week, que regressa em junho deste ano para a sua 3ª edição.

Burger King já chegou a Valongo

Abriu mais um restaurante da Burger King em Portugal, desta vez em Valongo. Fica localizado no Centro Comercial Valongo, na Rua Julião Sarmento.

Novo programa de fidelização da Olá dá gelados grátis a toda a gente

Andavam à procura da oportunidade certa para devorar um Swirl, mas sem que pagassem nada? Pois bem, graças ao novo programa de fidelização da Olá Gelados essa oportunidade chegou.

Site do Rock in Rio Lisboa começa pré-venda bilhetes na próxima terça-feira

É a partir de 21 de janeiro, próxima terça-feira, que passa a ser possível comprar bilhetes diários para o Rock in Rio Lisboa 2020 exclusivamente no site oficial do evento, sem qualquer taxa adicional.

Horizon: Zero Dawn da PlayStation 4 pode chegar ao PC ainda este ano

A PlayStation prepara-se para partilhar um dos seus melhores exclusivos com os jogadores do PC.
- Publicidade -