fbpx

Hans Zimmer vai compor a banda sonora de No Time to Die

Como é que seria o icónico tema do 007 se fosse Hans Zimmer a fazê-lo? Parece que vamos descobrir muito em breve, pois o músico alemão é o novo compositor de No Time to Die.

Segundo o portal Variety, o 25º filme da saga 007, com Daniel Craig no papel principal, vai ter a ajuda de Hans Zimmer (Gladiator, The Lion King, Inception, Interstellar) para tratar da música, ao substituir Dan Romer (Beasts of No Nation, Atypical, Maniac), que tinha sido inicialmente contratado para o efeito.

A razão da substituição é vaga, mas a fonte diz que Romer saiu do projeto por “diferenças criativas” com a produtora musical Eon Productions, que trabalhou na banda sonora dos filmes de James Bond, desde Dr. No, o primeiro filme da saga, lançado em 1962.

Zimmer vai ajudar a apimentar a nova aventura de Bond, desta vez realizada por Cary Fukunaga, da fama de True Detective e Maniac, onde já tinha contado com Romer na banda sonora destes projetos.

Zimmer irá ter, assim, um ano em grande, com o seu trabalho a aparecer em filmes como Wonder Woman 1984, Top Gun: Maverick e DUNE.

Com No Time to Die a chegar aos cinemas já em abril, este poderá não ser um trabalho completo do compositor e, segundo a fonte, é provável que outros colaboradores participem nesta banda sonora, como por exemplo Benjamin Wallfisch (também de Blade Runner 2049 e Hidden Figures) ou Lorne Balfe (de Ad Astra e Mission Impossible: Fallout).

No elenco de No Time to Die, para além de Craig, vamos voltar a encontrar Jeffrey WrightRalph FiennesNaomie HarrisBen WhishawLéa Seydoux, aos quais se juntam ainda Rami MalekAna de ArmasLashana Lynch e muitos mais.

007 – No Time to Die, estreia nos cinemas nacionais em abril deste ano.

Fonte: Variety

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Crítica – Enola Holmes

Enola Holmes oferece uma agradável e refrescante visão de uma franchise que pode ter ganho um novo futuro.

Crítica – The Devil All The Time

The Devil All The Time pode não ser indicado para aqueles que têm uma visão muito pessoal sobre a religião. Já para outros será um filme que tardará a desaparecer da memória.

Candyman adiado para 2021

E não é preciso adivinhar porquê.

Vem aí um filme sobre a vida de Madonna

E o guião está a ser desenvolvido pela própria.
- Publicidade -

Mais Recentes

Escola de Medicina da Universidade do Minho lança plataforma de autoavaliação da saúde mental

A Escola de Medicina da Universidade do Minho, em colaboração com o seu Centro de Medicina Digital P5, desenvolveu uma plataforma gratuita que permite fazer uma autoavaliação da saúde mental.

Domino’s Pizza chegou a Leiria

A marca continua a sua expansão por Portugal.