GlobalFood Menu. Esta é a primeira plataforma em Portugal de pedidos para restaurantes sem custos

Os estabelecimentos podem, assim, dizer adeus a comissões.

GlobalFood Menu
- Publicidade -

Recentemente, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, disse que iria ser criada uma plataforma digital para que os restaurantes da cidade pudessem utilizar para os pedidos de takeaway e delivery. No fundo, uma alternativa a soluções pagas, como é o caso da Uber Eats, que o autarca criticou devido às elevadas taxas cobradas.

Pois bem, e enquanto isso não acontece, eis que existe, efetivamente, uma plataforma que isenta os restaurantes de taxas e custos. Chama-se GlobalFood Menu e afirma ser a “primeira plataforma em Portugal de pedidos para restaurantes sem custos”. Ou seja, existe uma possibilidade de utilização sem se gastar um cêntimo.

Para já, e apesar de existir uma app (Foodbooking) com todos os restaurantes já disponíveis na plataforma, o cliente não é obrigado a utilizá-la para efetuar um pedido. Basicamente, tudo funciona através de um link (que pode ser partilhado pelo restaurante no site oficial ou redes sociais) que redireciona o cliente para um menu online.

Aí, poderão depois escolher o que desejarem e finalizar o pagamento. Nesse momento, o restaurante irá receber o pedido através de uma aplicação específica desenhada para o efeito. Assim que o estabelecimento aceita o pedido na app, o mesmo é impresso automaticamente na impressora de onde saem duas faturas: uma para o cliente e outra para a cozinha.

Em relação ao pagamento dos pedidos, é tudo tratado diretamente com o restaurante, isto é, a GlobalFood Menu não tem qualquer tipo de interferência no processo. Portanto, quando um cliente finaliza o pagamento, o mesmo é enviado na hora e diretamente para a conta do estabelecimento.

Finalmente para a entrega, é possível o takeaway, claro, mas também delivery. No caso das entregas ao domicílio, será o restaurante a decidir qual o raio de atuação (Kms) que quer atuar e definir o valor a ser cobrado tanto na taxa de entrega, como um valor que queira colocar mínimo por entrega dentro do seu painel de administração. Aí, o sistema vai enviar automaticamente o pedido para o estafeta, que o vai levantar ao restaurante e entregar ao cliente.

Essencialmente, a GlobalFood Menu quer que os clientes passem a ficar com a imagem do restaurante na cabeça, ao invés de somente se recordarem da aplicação que usam para os pedidos. Até porque, como referimos, não é necessário que o cliente use uma app específica.

Então, como é que a GlobalFood Menu tem lucro?

Portanto, os restaurantes podem usar a plataforma de forma totalmente gratuita para takeaway, delivery e reservas de mesa. No entanto, como opção, a empresa tem algumas subscrições criadas e pensadas para potenciar ainda mais a presença e imagem do restaurante no digital.

As opções disponíveis são:

  • Pagamentos online – 25€/mês
  • Site otimizado para a venda – 7,99€/mês
  • Aplicação exclusiva/personalizada do Restaurante – 59€/mês
  • Campanhas Automatizadas de SMS e E-MAIL Marketing – 10% sobre pedidos vindos destas campanhas
  • Códigos promocionais/personalizados para oferecer nas campanhas – 19€/mês
  • Utilização da lista de estafetas e serviço para chamar automaticamente alguém disponível – 2€/mês

No caso das entregas, e para os restaurantes que não quiserem pagar os 2€ por pedido, a GlobalFood Menu partilha na mesma a lista de estafetas por zona, mas não os chama automaticamente assim que o restaurante aceita um pedido. Neste caso, o que os restaurantes podem fazer é criar grupos no WhatsApp, ou mesmo via SMS, e, assim que recebem um pedido, enviam a mensagem para o grupo. O primeiro estafeta a aceitar vai levantar o pedido. É um exemplo prático.

O lado bom da utilização do WhatsApp é que tem a possibilidade de partilhar automaticamente dentro da própria aplicação a localização com o cliente final via Waze, enviando um SMS. Desta forma, poderão falar com o próprio estafeta, sabendo onde este se encontra.

Qualquer uma destas opções exclui o pagamento ao estafeta, pelo que terá de ser o restaurante a realizar essa gestão. Claro, se o próprio estabelecimento tiver alguém disponível para entregas, então melhor ainda.

Apesar de recente, a plataforma da GlobalFood Menu já tem uma série de restaurantes integrados, divididos por localizações como Lisboa, Porto, Madeira e Algarve. Qualquer restaurante pode juntar-se e aproveitar todas as vantagens deste novo serviço.

- Publicidade -

3 Comentários

  1. Boa tarde .
    Já somos um restaurante que trabalha desde o inicio com uber e glovo .
    Como podemos entrar a fazer parte dessa plataforma

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,792FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Câmara Municipal de Torres Vedras ajuda restaurantes com reembolso do valor das entregas ao domicílio

Uma campanha que decorre durante este mês de dezembro ou até ser atingido o montante global de 25.000€.

Restaurantes vão poder funcionar para takeaway nos próximos fins-de-semana e feriados após as 13h nos concelhos de maior risco

Isto no que diz respeito aos concelhos de risco “muito elevado” e “extremamente elevado” de contágio pelo novo coronavírus.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

A Tá Pronto tem uma nova imagem mais moderna

De modo a gerar relevância e empatia com os consumidores.

Análise – The Medium

Com um conceito tão interessante como a possibilidade de viajar e controlar ações entre dois mundos em simultâneo, a nova aposta de horror da Bloober Team tem dificuldade em fazer justiça ao seu fantástico potencial.