Free Guy, com Ryan Reynolds, recebe um novo trailer

- Publicidade -

E levanta a questão: como seria se as personagens de um jogo como o GTA ganhassem consciência?

Revelado no final do ano passado, Free Guy é um novo filme original realizado por Shawn Levy (Real Steel, Stranger Things) e protagonizado por Ryan Reynolds, que nesta longa-metragem veste a pele de uma personagem de um videojogo. Um dia, apercebe-se que ele e todos aqueles que conhecem estão fechados e condenados a um mundo virtual.

A premissa do filme questiona como seria se as personagens de um videojogo ganhassem consciência e como é que o mundo real poderia reagir com tal ideia. Apesar do conceito quase filosófico, o novo trailer revela um filme divertido, cheio de ação explosões e alguma comédia à mistura.

Inicialmente com data marcada para 2020, a 20th Century Studios mantém a promessa e revelou com o novo trailer que o plano se mantém, agora com estreia marcada para 10 de dezembro nos cinemas nacionais.

Para além de Reynolds, Free Guy conta também com Jodie Comer, Lil Rel Howery, Taika Waititi, Joe Keery e muitos mais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Red Hood recebe trailer dedicado para Gotham Knights

A última peça na equipa de Cavaleiros de Gotham junta-se à festa.

Crítica – Prey

Prey cumpre com as expetativas elevadas, sendo o primeiro filme da saga Predator a conseguir chegar perto ou até a ultrapassar o original.

Thor: Love and Thunder tem um novo trailer que revela Christian Bale como vilão

Que Taika Waititi diz ser o melhor vilão da história da MCU.

Sonic vai regressar num terceiro filme e Knuckles numa série

Sonic The Hedgehog 2 estreia esta primavera nos cinemas.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Gelatieiri. A nova gelateria de Vila Real de Santo António tem gelados bem cremosos

E faz-nos lembrar vagamente a La Romana, que fomos experimentar recentemente em Lisboa.

Chuva de reclamações tapa o Sol da Caparica. Afinal, o que se passou?

Mas as palavras de desagrado do público parecem não ter surtido qualquer efeito junto dos promotores.