Festival Dancefloor muda-se para Braga em 2019

Depois de, na 4ª edição, ter-se realizado no Estádio Municipal de Leiria, o festival Dancefloor está de regresso em 2019, mas desta vez no Altice Forum Braga.

- Publicidade -

Assim, a 5ª edição do festival de música eletrónica Dancefloor irá realizar-se na cidade bracarense nos dias 26 e 27 de julho. Esta mudança de localização é estratégica e deveu-se às oportunidades de crescimento encontradas.

“Com mais de 60% dos amantes de EDM e Hardstyle a norte do país, tornou-se evidente querermos estar mais próximos dos nossos fãs. Além disso, esta mudança abre portas ao mercado espanhol, que é também um grande admirador do nosso estilo musical sendo, por isso, um público no qual pretendemos fortemente apostar”, revelou Tiago Martins, Diretor Executivo e Produtor Independente do Dancefloor.

Ainda não existem nomes anunciados, mas, muito em breve, o lineup será anunciado. Quanto aos bilhetes, já estão disponíveis na Ticketline por 16€ para os bilhetes diários e 20€ para os passes gerais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Festival Under The Doom adiado para 2022

O evento irá acontecer no novo LAV - Lisboa ao Vivo.

SOLO. Novo festival em Benfica assenta num compromisso ambiental

Apresenta atividades desportivas, ações educativas, workshops, visitas guiadas, espetáculos infantis e concertos.

Torres Vedras recebe quarta edição do festival Novas Invasões

Este ano, o Novas Invasões continua a ter entrada gratuita, sendo necessário, no entanto, apresentar bilhete.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – The Last Duel

The Last Duel é um drama original e cativante que nos surpreende e nos deixa intrigados com o conflito no ecrã.

Shadow Corridor – Bem vindos ao Tédio

Um jogo de terror demasiado preso à sua fórmula que só é indicado para os amantes de sustos fáceis.

Dicas para reduzir a pegada ambiental

Querem ter uma atitude mais proativa e têm como meta reduzir a vossa pegada ambiental, ao mesmo tempo que poupam na fatura?