Festival Dancefloor recebeu 15 mil pessoas em Leiria

New ÎD, Borgore, Tujamo, Carnage, Blasterjaxx e Audiotricz fizeram as delícias dos festivaleiros que rumaram até Leiria para poder desfrutar da maior pista de dança deste verão, naquele que foi o segundo e último dia do Festival Dancefloor.

- Publicidade -

O aquecimento fez-se com o evento Be Fit, onde o estádio municipal de Leiria deu lugar a um ginásio ao ar livre, onde, pela manhã, os festivaleiros puderam praticar aulas de Zumba, Body Pump, Body Attack e Cycling.

Depois do produtor holandês New ID, Borgore e os seus “heavy drops” não defraudaram as expetativas dos fãs que se deslocaram de toda a europa para o ouvir. O rei israelita do EDM chegou a Portugal e trouxe os seus polémicos hits ao Dancefloor. O artista tem recebido o tom elogioso da crítica para com a sua “coleção de faixas inquietantes” que consolidou esta estrela da EDM como uma força a ter em consideração no palco da cultura eletrónica, tendo já atuado nos maiores eventos do seu género.

À medida que a noite escalou, foi o Very Special Guest Carnage que tomou o palco do Dancefloor. Apesar de ter recentemente passado por Portugal, o artista conseguiu deter a atenção da audiência e enlouquecer a maior pista de dança do país, nomeadamente com o seu novo álbum Battered Bruised & Bloody, lançado em abril de 2018 pela Heavyweight Records, de onde se ressalta a sua colaboração com Steve Aoki, no single “Plur Genocide (ft. Lockdown)”.

O segundo dia não se comediu com surpresas, atingindo o epílogo com a dupla sensação holandesa, Blasterjaxx. O primeiro nome anunciado para este segundo dia do Dancefloor fez uma plena mostra do seu setup emblemático e imperdível. Thom e Idir abrilhantaram o estádio de Leiria passando pelos épicos êxitos como “Narco”, “Beautiful World”, “Phoenix”, “All I ever Wanted” e “Savage”, fazendo jus à posição de cabeças de cartaz.

Pelo festival Dancefloor passaram cerca de 15.000 pessoas em dois dias de música de eletrónica. Em 2019, a organização promete aos fãs de EDM e Hardstyle uma quinta edição com um cartaz igualmente incontornável, perspetivando colocar Portugal no circuito internacional de festivais de música eletrónica.


 

- Publicidade -

1 Comentário

  1. Nada contra o vosso artigo, está bem escrito e estruturado, mas nunca na vida passaram por lá 15000. Eu estive lá (aliás, graças a vocês, até…) e vi bem que esteve constantemente vazio. No máximo, estavam lá 2000 pessoas. Talvez tenham sido informações oficiais, mas 15000 pessoas parece-me extremamente exagerado.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,762FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Venom 2 recebe um novo nome e uma nova data

Venom: Let There Be Carnage chega em 2021.

Gunz for Hire são a primeira confirmação para o festival Dancefloor 2020

Os Gunz For Hire são um act constituído por dois pesos pesados do Hardstyle (DJ's Adaro e Ran-D).

Festival Dancefloor muda-se para Braga em 2019

Depois de, na 4ª edição, ter-se realizado no Estádio Municipal de Leiria, o festival Dancefloor está de regresso em...

Festival Dancefloor recebeu mais de 5 mil pessoas no primeiro dia

A quarta edição do festival Dancefloor abriu ontem portas no estádio municipal Dr. Magalhães Pessoa, contando com a energia...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Google Arts & Culture mostra a profundidade e a diversidade da herança cultural egípcia

Pretende-se, assim, apoiar e destacar a cultura e a herança do Médio Oriente.

Continente do Bebé é o nome da nova marca própria do Continente

Os produtos da marca estão em destaque na Feira do Bebé do Continente, que decorre em todas as lojas Continente até 24 de janeiro, com descontos diretos até 25%.

Restaurante lisboeta recusa-se a fechar portas durante o novo confinamento

O casal fundador do restaurante Lapo, em Lisboa, invoca a constituição para manter as portas abertas.