Fã cria petição para trazer Dragon Ball Super: Broly aos cinemas portugueses

Já houve alguns milhares de fãs que tiveram oportunidade de ver o mais recente filme de Dragon Ball Super. O novo Dragon Ball Super: Broly, que vai introduzir Brolly de forma oficial naquele mundo, além de nos contar um pouco do início dos saiyajins, vai estrear oficialmente no próximo mês de dezembro no Japão, chegando aos Estados Unidos da América e Brasil em janeiro. Mas e Portugal?

- Publicidade -

Apesar de termos uma das dobragens mais fantásticas no que toca a Dragon Ball e de sermos grandes fãs, a verdade é que não temos quaisquer detalhes acerca de uma possível estreia do filme no nosso país.

Um fã português, não satisfeito com a situação, resolveu criar uma petição no site change.org para reunir o máximo de assinaturas de modo a que, de alguma forma, a sua ação possa fazer diferença.

Tendo em conta que os dois filmes anteriores, Dragon Ball Z: Batalha dos Deus e Dragon Ball Z: A Ressurreição de Freezer, também não estrearam nos cinemas portugueses, é expectável que o mesmo aconteça com esta nova película, a não ser que se faça algo sobre o assunto. Por exemplo, a forma mais fácil de ver estes dois filmes em Portugal de forma legal é através da Netflix.

Para já, sabe-se que, através da página Dragon Ball de Portugal, a Big Picture Films, que distribui a franquia Dragon Ball em Portugal, revelou estar à espera dos direitos da FOX para que possa exibir o filme no nosso país. E não pode fazer mais do que isso neste momento.

Com esta petição, os vários fãs que assinarem esperam conseguir chamar à atenção dos responsáveis e, assim, ter finalmente um filme de Dragon Ball nos cinemas portugueses.

Dito isto, já assinaram?


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Primeiro clipe do filme de Uncharted recria uma das cenas mais icónicas dos jogos

Para que não haja dúvidas que é mesmo uma adaptação.

Crítica – King Richard

King Richard não é apenas um dos meus filmes favoritos do ano, mas também uma das melhores biopics que já testemunhei.

The Matrix Resurrections – Crítica

The Matrix Resurrections é uma das maiores desilusões pessoais do ano. Lana Wachowski oferece um filme surpreendentemente meta e autoconsciente sobre a trilogia original repleta com ideias ousadas e fascinantes, mas com uma execução absolutamente terrível.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

City Center Covilhã terá 14 lojas e abre até junho de 2023

Um complexo comercial com três pisos e situado no principal eixo rodoviário da Covilhã.

Jardim Sonoro 2022 acontece uma semana após o previsto

Desta forma, os festivaleiros já não têm de decidir se vão a este festival ou se ao Kalorama.