“Dragon Ball Super” vai acabar já em março

Os rumores começaram a surgir há algum tempo atrás. No ano passado, falou-se de que o anime Dragon Ball Super, atualmente em exibição no Japão, iria acabar em março de 2018. Bem, o arco Sobrevivência do Universo vai efetivamente terminar, e, com isso, termina também a versão Dragon Ball Super.

Mas podem ficar descansados, vai mesmo existir uma nova série de Dragon Ball no futuro. Terá é um novo nome e não se sabe quando poderá estrear.

A informação começou a circular ontem, depois de um jornal japonês ter divulgado a programação futura da Fuji TV, onde é exibido o anime, onde é possível constatar que a partir de 1 de abril o horário de exibição de Dragon Ball Super será ocupado por GeGeGe no Kitaro, que regressa ao pequeno ecrã para celebrar o 50º aniversário.

Ou seja, Dragon Ball Super será substituído e vai realmente acabar no episódio 131, faltando sensivelmente dois meses para isso acontecer.

Entretanto chegou também a informação oficial.

Como podem ler, a série Dragon Ball irá continuar, pelo que será uma questão de tempo até estrear com um novo nome. Afinal de contas, já tivemos Dragon Ball, Dragon Ball Z, Dragon Ball GT e Dragon Ball Super. Além disso, o anime tem estado a fazer imenso sucesso e é dos assuntos mais comentados do momento.

Há várias razões para que a série de televisão faça agora uma pausa. Apesar de ser bem comum um anime ser lançado em versão série animada para a TV, especialmente enquanto o manga vai sendo lançado para as lojas, o desejo da Toei Animation é de que a manga ultrapasse a série de televisão. Porquê? É que a venda de manga no Japão é um nicho de mercado que faz um sucesso tremendo, e, se a série ultrapassar o manga, como tem vindo a acontecer, esse é um motivo que leva os japoneses a não adquirirem os mangas. Por exemplo, só agora é que a manga está a entrar no arco Sobrevivência do Universo.

Outra razão está relacionada com o facto de, atenção spoilers, para quem vê a série, sabe que Vegeta prometeu a Kyabe, seu discípulo, digamos assim, uma visita ao seu planeta; já Son Goku prometeu treinar Caulifla e Kale, de modo a que possam ficar mais fortes.

Por último, outra das razões apontadas está com o facto de vir aí um novo filme Dragon Ball, a estrear em dezembro nos cinemas japoneses, e que irá contar mais detalhes sobre a origem da raça Saiyan. Ou seja, é necessário fazer uma alocação de recursos para a produção do novo filme.

Enquanto não existirem novidades, podem sempre entreter-se com o novo jogo Dragon Ball FighterZ, que vai chegar às lojas já a 26 de janeiro.


 

- Publicidade -

Sigam-nos

10,564FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
611SeguidoresSeguir

Relacionados

Dragon Ball Super vai ganhar novo filme!

Ainda não é desta que temos o anúncio de uma nova série, mas um novo filme de Dragon Ball...

“Akira” vai chegar aos cinemas em 2021 com Taika Waititi

O eterno projeto de tornar Akira num filme de imagem real está prestes a acontecer. E vem pelas mãos...

Dragon Ball Super deve regressar à TV em julho

Muito se tem falado do regresso de Dragon Ball Super ao pequeno ecrã, mas agora parece que é de...

Mayra Andrade apresenta novo álbum “Manga” em março no Capitólio

Manga é o quinto álbum de estúdio de Mayra Andrade e deve chegar às lojas e plataformas de streaming...
- Publicidade -

Mais Recentes

Já existe uma máquina de produção 100% portuguesa de máscaras cirúrgicas

O projeto nasce de uma equipa de profissionais experientes em inovação e criação de materiais de segurança pública e hospitalar.

Crítica – Greyhound

Tecnicamente, Greyhound é ótimo, mas a história e desenvolvimento de personagens deixam francamente a desejar.