Crítica – Together Together (Sundance 2021)

Together Together carrega um argumento inteligente e prestações excelentes. Simplesmente, deixa-me feliz.

Together Together
Foto: Sundance Institute | Tiffany Roohani
- Publicidade -

Sinopse: “Quando Anna (Patti Harrison), de 26 anos, se torna uma barriga de aluguer gestacional para um designer de aplicações solteiro de meia-idade chamado Matt (Ed Helms), ela espera apenas um pouco de bom karma transicional e o dia de pagamento que lhe permitirá terminar o seu curso universitário. Mas como o entusiasmo desenfreado de Matt pela paternidade iminente o leva a persistentemente intrometer-se na vida de Patti e a convidá-la para a sua, a inicialmente irritada Anna vê-se relutantemente encantada. O par de auto-adjetivados “solitários” abre-se gradualmente um para o outro, cedendo à intimidade da sua reconhecidamente finita experiência partilhada e forjam uma amizade improvável.”

Gosto imenso de ser surpreendido por atores que geralmente são mais conhecidos pelas suas participações em filmes de comédia apostarem em papéis mais sérios ou dramáticos. No fundo, querem mostrar algo diferente do tipo de performances a que estamos acostumados a ver. Adoro Ed Helms, confesso, mas o enredo de “ter um bebé” já foi abordado tantas vezes que estava um pouco assustado que esta visualização fosse dececionante. Felizmente, Together Together não é apenas um título criativo que os espectadores irão entender a meio do filme, mas uma adorável, divertida e encantadora história de amor platónica que é, também, bastante educativa sobre barrigas de aluguer.

Em primeiro lugar, Ed Helms prova que realmente consegue superar qualquer desafio. Matt é um personagem genuinamente convincente, assim como Anna, e ambos partilham um desenvolvimento excecional através do argumento espirituoso de Nikole Beckwith. Embalados com uma leveza agradável e humor inteligente, Helms e Patti Harrison oferecem duas performances maravilhosas, mas devo elogiar o argumento de Beckwith novamente. Todos os diálogos parecem autênticos, honestos e reais. Não sou o maior fã de rom-coms ou a típica fórmula de “dois estranhos apaixonam-se da maneira mais inesperada”, mas Together Together faz-me sentir tão bem comigo mesmo.

Esse é o maior elogio que posso oferecer a este filme: deixa-me feliz. Apesar de ainda ser genérico e surpreendente, nunca fiquei entediado, não revirei os olhos uma única vez e ri alto muitas vezes. É um daqueles filmes que as pessoas podem ir ao cinema, quando tal for possível, e sair com um estado de espírito mais positivo. Além disso, e como assisti ao devastador Mass depois do almoço, precisei de ver Marvelous and the Black Hole e, logo de seguida, Together Together, para alegrar o meu dia. Dito isto, obrigado a todos os envolvidos neste último.

Together Together possui um argumento tão bem humorado e inteligente que a sua aura alegre e divertida passa para o seu próprio título, que carrega mais significado do que aparenta. Ed Helms e Patti Harrison ostentam uma química sincera, entregando duas interpretações charmosas de personagens que são emocionalmente fáceis de se investir.

No entanto, Nicole Beckwith merece todos os elogios pela sua visão adorável sobre um tema tão formulaico enquanto educa os espetadores sobre o tópico “barriga de aluguer” ao mesmo tempo. Desde os diálogos genuínos e realistas ao humor surpreendentemente eficiente (não esperava rir-me tanto), não podia estar mais feliz. Sei que o final é propositadamente abrupto, mas não creio que funcione totalmente para mim.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Sundance 2021 – Quinto dia

Opiniões concisas sobre os filmes que assisti durante o quinto dia do festival Sundance 2021, incluindo links para as respetivas críticas.

Crítica – The World to Come (Sundance 2021)

The World to Come é mais um drama romântico de um século passado com o qual tenho dificuldades em me sentir realmente investido.

Crítica – Judas and the Black Messiah (Sundance 2021)

Judas and the Black Messiah dificilmente ficará de fora da discussão para os melhores filmes de 2021... e ainda vamos em fevereiro.

Sundance 2021 – Quarto dia

Opiniões concisas sobre os filmes que assisti durante o quarto dia do festival Sundance 2021, incluindo links para as respetivas críticas.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Razer vai de mala cheia à E3 com o ultra-portátil mais avançado de sempre

E com um novo monitor e uma máscara de proteção avançada.

Receber em casa as famosas almôndegas acabadas de fazer da IKEA? Já é possível

Porém, as entregas só estarão disponíveis num raio de entrega de aproximadamente 10 minutos das lojas.