Continente vai unir as tampas às respetivas garrafas de água de marca própria

- Publicidade -

É a primeira marca portuguesa a fazê-lo.

tampas garrafas

Apesar da legislação europeia só entrar em vigor a 3 de julho de 2024, obrigando à acoplação de tampas às respetivas garrafas com capacidade inferior a 3l, eis que o Continente vai já antecipar esta alteração a partir do próximo mês de abril, e indo até mais além.

Essencialmente, a marca vai fixar 50 milhões de tampas às respetivas garrafas, garantindo que toda a embalagem é reencaminhada para a reciclagem. Desta forma, evita-se que as tampas cheguem à natureza, em particular aos ecossistemas marinhos, onde são uma das principais causas de poluição, mas também de mortes de animais por ingestão.

Esta alteração, que estará disponível nas lojas já a partir do mês de abril, vai permitir o reaproveitamento de 80 toneladas de plástico por ano, pois garante que as tampas são corretamente reencaminhadas para a reciclagem, em vez de se “perderem” no processo e irem parar ao meio ambiente. As tampas de plástico estão no topo do desperdício plástico recolhido nas limpezas de praias porque, devido ao seu tamanho e peso, não passam na fase de triagem dos resíduos e são inadvertidamente desviadas da ‘rota’ dos sistemas de gestão de resíduos.

O Continente vai acoplar as tampas em todas as referências de água lisa de marca própria, desde as garrafas 33cl às de 1,5l e também nos garrafões 6l (através do reforço do anel que liga a tampa ao gargalo), para que permaneçam fixas aos recipientes desde a fase de utilização até à colocação no ecoponto.

Recentemente, a marca anunciou também a incorporação de plástico reciclado em 25% de toda a gama de águas de marca própria, permitindo a poupança de 400 toneladas de matéria virgem por ano.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Setúbal. Supermercado Continente vai nascer na histórica estação rodoviária na 5 de outubro

Está a ser decidido se se avança para a demolição do imóvel ou se, por outro lado, se procede à recuperação do mesmo.

Antiga Garagem Liz recuperada para dar lugar a uma loja Continente

A história do edifício da nova loja remonta a 1887, ao Real Colyseu de Lisboa.

Continente passa a ter fraldas para bebés amigas do ambiente

Estão disponíveis em três tamanhos diferentes.

Continente abre a sua primeira loja no concelho de Condeixa

Esta abertura reforça a aposta da marca no distrito de Coimbra que fica agora a contar com nove lojas Continente.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Balada para Sophie, banda desenhada portuguesa, vai ser adaptada a série pela Universal

IDW anunciou a adaptação de cinco títulos de banda desenhada para várias plataformas, e uma é da autoria do português Filipe Melo.

Concerto dos Backstreet Boys em Lisboa está esgotado

Agora só mesmo através de um passatempo... ou mercado em segunda mão.