Concurso de Ideias e Planos de Negócio tem 150 mil euros em prémios para projetos inovadores

A assinalar a sua 10ª edição, o Concurso de Ideias e Planos de Negócio – Arrisca C recebe, até dia 4 de novembro, candidaturas para aquele que é um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação nacional. Com categorias dirigidas a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional e a jovens do Ensino Superior ou recém-diplomados há menos de cinco anos, provenientes de qualquer instituição de Ensino Superior do País, este concurso já apoiou a criação de mais de 25 empresas.

- Publicidade -

No total, são cerca de 150 mil euros em prémios, que incluem desde valores monetários até à incubação gratuita de empresas, apoio na elaboração e consolidação de planos de negócio, apoio na realização de protótipos e no desenvolvimento de imagem e branding corporativo, passando pelo apoio contabilístico ou o apoio na elaboração de candidaturas a financiamentos europeus e à internacionalização, entre outros.

Dividido em duas categorias, o concurso Arrisca C visa premiar, por um lado, as melhores Ideias de Negócio ainda em fase de conceção e sem plano de negócio desenvolvido, por outro, os melhores Planos de Negócio que apresentem projeto para a constituição de uma empresa. Com vista a potenciar e apoiar as políticas de apoio e formação ao empreendedorismo jovem, é na categoria das melhores Ideias de Negócio que o Arrisca C lança ainda o Prémio Ensino Secundário, dirigido a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional.

Concurso nacional de ideias e planos de negócio já ajudou na criação de mais de 25 empresas

Com a experiência e o sucesso das edições anteriores, o Arrisca C tem-se revelado um projeto ambicioso. Ao fim de 10 anos, com cerca de 820.000€ em prémios distribuídos, mais de 700 projetos candidatos, envolvendo mais de 2.000 promotores e mais de 25 empresas criadas, esta iniciativa aumentou a fasquia e transformou esta última edição num marco na propagação de ideias e projetos inovadores.

Realizada em 2008, a primeira edição do concurso foi idealizada pela Associação Académica de Coimbra. A iniciativa contou com o apoio imediato da Universidade de Coimbra e de um conjunto de parceiros, nomeadamente as Associações Empresariais, que acreditaram desde o início nas potencialidades do projeto.

Em 2009, o concurso ganhou uma nova abrangência, deixando de ser unicamente dirigido a estudantes do ensino superior público, para passar a incluir os estudantes do ensino superior privado universitário e politécnico.

Na edição de 2011 o concurso abandona o caráter local, passando a ser um concurso nacional, dirigido a qualquer estudante do Ensino Superior Público e Privado.

Atento à crescente relevância de projetos desenvolvidos por jovens empreendedores, o Arrisca C criou em 2013 um novo Prémio dirigido aos alunos do Ensino Secundário e Técnico-Profissional.

Na 7ª edição do concurso (2014), o próprio Programa Arrisca C é premiado, na categoria Promoção do Espírito de Empreendedorismo, no âmbito dos Prémios Europeus de Promoção Empresarial.

Na penúltima edição (2016), introduziu-se um prémio inédito associado à Inovação Social com projetos direcionados ao Empreendedorismo Social.

As inscrições para a 10ª Edição do Concurso Arrisca C, encontram-se abertas até 4 de novembro.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Novo projeto da EDP quer descobrir novos talentos do fado

À semelhança do EDP Live Bands, o vencedor terá oportunidade de gravar um álbum e de atuar no NOS Alive.

Concurso Montepio Acredita Portugal 2020 com inscrições abertas até 25 de abril

Além disso, o concurso adotou um formato inicial digital, 100% online, pelo que, depois, o desenvolvimento de ideias submetidas irá decorrer até 17 de maio deste ano.

Quem Quer Ser Milionário regressa à RTP ainda este ano

Quem Quer Ser Milionário – Alta Pressão regressará à grelha da RTP como forma de assinalar o seu 20º aniversário.

Elisa vence Festival da Canção 2020 e representa Portugal na Eurovisão

Era, na verdade, uma das favoritas à vitória, mas o caminho de Elisa (não é a Elisa Rodrigues, atenção) até ao primeiro lugar não foi propriamente fácil.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Shattered: Tale of the Forgotten King – Em terras de Reis

Um projeto ambicioso e muito arrojado que chega finalmente às consolas depois de uma estreia no PC.

Microfone Fifine K658 – O go-to se queres começar no mundo do streaming ou podcasts

É o microfone que precisas para fazer o teu podcast andar para a frente, até porque de lado não capta bem o áudio.