Canal Odisseia vai ter documentários dedicados à vida submarina

São mais de nove horas!

vida submarina
- Publicidade -

Estão interessados em saber mais sobre as diferentes espécies que povoam as profundezas do oceano? Pois bem, o canal Odisseia tem a solução.

A partir desta sexta-feira, dia 15 de janeiro, o Odisseia vai estrear o especial Vida Submarina, uma série de documentários dedicados, lá está, à vida submarina.

Oceano Selvagem é a primeira proposta deste especial. São três episódios, de 60 minutos cada, que resultam de uma investigação científica de vanguarda que está a ajudar a explorar e a compreender o habitat labiríntico dos recifes de coral da zona oriental da Ásia.

Filipinas, Indonésia e Japão são os três episódios desta cativante série documental que mergulha de sexta-feira a domingo, dias 15, 16 e 17 de janeiro, às 16h, no habitat de um grande número de criaturas gigantes, minúsculos peixes de recife e coloridos corais, que construíram o seu lar nestas águas cristalinas.

Já a 22 de janeiro, às 16h, é a vez de As Lontras das Ilhas Shetland, dedicado à maior população de lontras da Europa, observadas há 30 anos por Brydon Thomason. Este documentário mostra que estes simpáticos, mas extremamente tímidos animais, são dos poucos mamíferos no mundo que podem abandonar deliberadamente uma das suas crias para garantir a sua própria sobrevivência e a do resto da família.

Ao longo de dois anos, o operador de câmara submarina, Ken O’Sullivan, realizou uma série de mergulhos nas escuras e frias águas do Atlântico Norte, antigamente conhecidas como O lugar do Diabo, para tentar encontrar alguns dos maiores seres vivos do planeta, entre os quais, baleias azuis, cachalotes e recifes de coral.

Há ainda a série As Profundezas do Atlântico, cujos dois episódios, O Oceano Aberto e Leviatã, serão exibidos a 23 e 24 de janeiro, às 16h, respetivamente. Combinando sequências inéditas de vida selvagem, filmadas a 3.000 metros de profundidade, poderão contar com o testemunho de cientistas e pessoas com paixão pelo mar, que fizeram do oceano o seu modo de vida, que prestam homenagem aos primeiros navegadores e investigam o estado de saúde das águas das profundezas do Atlântico.

Por último, o naturalista, conservacionista e aventureiro Iolo Williams explora, a convite do cineasta e biólogo marinho, Richard Fitzpatrick, A Grande Barreira de Coral ao longo de três episódios exibidos de 29 a 31 de janeiro, sempre às 16h. O Norte, Perigo e Regeneração e As Origens mostram que, com 2.400 km de comprimento, o recife é o maior organismo vivo do planeta que está, possivelmente, no momento mais crítico da sua história.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Série Odisseia chegou à HBO Portugal

É mais um conteúdo português a chegar à plataforma.

Documentário Zé Pedro Rock’n’Roll vai estrear na RTP1

Uma viagem íntima ao mundo de um dos mais carismáticos músicos portugueses no dia em que completaria 65 anos.

RTP estreia documentário sobre os bastidores de Bem Bom

A realizadora Patrícia Sequeira e as quatro protagonistas, Bárbara Branco, Carolina Carvalho, Ana Marta Ferreira e Lia Carvalho, falam da experiência vivida ao longo de toda a produção.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Pingo Doce chega pela primeira vez aos Açores

O sortido do espaço conta com muitos produtos regionais, fruto das parcerias feitas com 129 fornecedores dos Açores.

Continente abre primeira loja em Gouveia

Continua a expansão da marca da Sonae.

Lagoa dos Salgados será classificada como área protegida de âmbito nacional

Há 21 anos que, em Portugal, não era classificada nenhuma área protegida de interesse nacional.