No percurso Lisboa-Porto pela A1, as portagens para a classe 1 vão aumentar 1,05€

- Publicidade -

Já o percurso Lisboa-Algarve, pela A2, fica 1,10€ mais caro.

No passado mês de novembro, a Ascendi tinha proposto ao Governo um aumento das portagens de 10,44% em 2023, o valor da inflação homóloga de outubro sem habitação, admitindo, no entanto, que cabia ao Estado determinar o valor final.

Pouco depois, também a Brisa referia publicamente que, “de acordo com o estipulado no contrato de concessão com o Estado, o preço das portagens para o próximo ano é calculado em função da inflação registada em outubro deste ano (retirando o efeito da habitação)”.

As concessionárias de autoestradas tinham até ao dia 15 de novembro para comunicar ao Governo as suas propostas de preços para 2023. Quando esta informação foi tornada pública, o primeiro-ministro António Costa havia prometido intervir para que não houvesse um “aproveitamento” da inflação, uma vez que nada justificaria um aumento na ordem dos 10% no preço das portagens em 2023.

A verdade, no entanto, é que os aumentos são inevitáveis, e é mesmo isso que vai acontecer a partir de 1 de janeiro de 2023. A subida, no entanto, não será de 10,44%, mas sim de 4,9%.

A partir de 1 de janeiro, as taxas de portagens terão um aumento que será 4,9% a ser suportado pelos utilizadores. Acima deste valor, “2,8% serão responsabilidade do Estado e o remanescente, até 9,5% ou 10,5% consoante as concessões, será suportado pelas concessionárias”, afirmou.

O que é que isto significa? No caso das autoestradas geridas pela Brisa, as portagens vão aumentar em cerca de dois terços.

Por exemplo, o percurso Lisboa-Porto, pela A1, aumenta de preço em 1,05€, passando a custar 23.45€ ao invés dos 22.40€ cobrados até aqui. Também no percurso Lisboa-Algarve, pela A2, existe um aumento, neste caso de 1,10€, fazendo com que essa ligação passe a custar 22.40€.

De acordo com a Brisa, 62 das 93 taxas de portagem aplicadas na Classe 1 (67% do total), serão atualizadas. Já nos principais percursos urbanos não haverá atualizações de preços, embora em alguns se registem subidas de preço na ordem dos 0,05€ e dos 0,10€.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes