Auchan deve aumentar salários dos colaboradores em 5% em 2023

- Publicidade -

E até 2024, a retalhista quer contratar mais 1.000 funcionários em território nacional.

2022 está a ser um ano difícil, e 2023 promete ir pelo mesmo caminho. Com tudo o que se está a passar no mundo, os custos de vida aumentam, e a velha máxima de “novo ano, novos preços” promete aplicar-se muito em breve. E é aqui que entram as empresas, que fazem o que podem para aumentar o vencimento dos seus funcionários.

Na semana passada, a Mercadona anunciou que, em janeiro de 2023, iria aumentar o salário de entrada em Portugal. O vencimento mínimo auferido por um Colaborador da Mercadona será de 1.034€ brutos mensais, o que representa uma diferença de 147€ em relação ao Salário Mínimo Nacional (com duodécimos incluídos). Isto significa, portanto, que o vencimento de entrada na Mercadona ficará 16,6% acima do Salário Mínimo Nacional definido para 2023.

No dia seguinte, foi o Lidl a anunciar um aumento no valor do salário de entrada, na ordem dos 10%. Assim, e no início do próximo ano, o Lidl Portugal passará a pagar 820€ brutos como ordenado de entrada, um aumento superior aos 7,8% definidos pelo Governo para o Salário Mínimo Nacional em 2023, que se vai fixar nos 760€.

E agora, é a vez da Auchan anunciar que quer efetuar um aumento da massa salarial dos seus colaboradores na ordem dos 5% em 2023. Esta medida irá abranger os 8.500 colaboradores da empresa e implica um investimento de cerca de sete milhões de euros, disse Clara Costa, diretora de recursos humanos da Auchan Retail Portugal, em entrevista à Pessoas.

Mas isto não é tudo. Os funcionários da Auchan passarão a ter, em 2023, 25 dias de férias pagos, ou seja, mais três dias de descanso do que aqueles a que a lei obriga.

Po último, a Auchan pretende ainda recrutar 1.000 novos colaboradores até 2024, vagas essas que serão preenchidas para as inaugurações de futuras lojas no país.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes