- Publicidade -

Estas são as características oficiais da PlayStation 5

-

- Publicidade -

A PlayStation revelou finalmente algumas das características e funcionalidades da sua futura consola.

Numa transmissão muito especial, adaptada da palestra que estava programada para a Game Developers Conference, cancelada devido à Covid-19, Mark Cerny revelou aos jogadores, mas em particular aos produtores, quase todas as suas ambições no processo de desenvolvimento da consola.

Por vezes aborrecida, mas extremamente interessante para quem gosta de saber ao pormenor como as coisas funcionam, ficaram de fora da palestra o aspeto da PlayStation 5, o seu preço ou exemplos de jogos para o seu catálogo. Mas nem tudo é mau.

Ao longo de uma hora de tecnicidades, onde Cerny explicou a importância dos discos SSD mais rápidos, da forma como vão funcionar os novos processadores, o que o ray-tracing pode trazer aos jogos e como, por exemplo, a PS5 vai ser mais energeticamente eficiente, ficámos a conhecer as características oficiais da PlayStation 5:

  • CPU: 8x Zen 2 Cores at 3.5GHz (variable frequency)
  • GPU: 10.28 TFLOPs, 36 CUs at 2.23GHz (variable frequency)
  • GPU Architecture: Custom RDNA 2
  • Memory/Interface: 16GB GDDR6/256-bit
  • Memory Bandwidth: 448GB/s
  • Internal Storage: Custom 825GB SSD
  • IO Throughput: 5.5GB/s (Raw), Typical 8-9GB/s (Compressed)
  • Expandable Storage: NVMe SSD Slot
  • External Storage: USB HDD Support
  • Optical Drive: 4K UHD Blu-ray Drive

As características da nova PlayStation 5 são expectavelmente parecidas com as da Xbox Series X, com pontos mais fortes, como é o caso da rapidez de leitura do disco, e outras mais fracas, como a velocidade do processador ou o número de Teraflops, mas que prometem resultados consistentes e igualmente impressionantes, se todo o seu potencial for aplicado como a Sony pretende.

Importante também foi o levantar do véu sobre a retrocompatibilidade da PlayStation 5, que foi confirmada, mas com algumas limitações.

Para já, sabe-se que a PlayStation 5 vai ser compatível com jogos da PlayStation 4 e que vai tirar partido das melhorias dos jogos aumentados na PlayStation 4 Pro. No entanto, há que reforçar que serão apenas alguns dos melhores jogos da PS4, com a sua seleção a ser aumentada ao longo do tempo. Isto porque a retrocompatibilidade na PlayStation 5 requer uma espécie de conversão manual para que os jogos antigos corram na nova máquina. Títulos da PlayStation 3, 2 e da original não foram, para já, mencionados.

À semelhança das novidades da Xbox Series X, o projeto Digital Foundry fez também a sua análise às capacidades da consola, com todas as novas explicações detalhadas no portal da EuroGamer, onde é também feita a comparação com a Xbox Series X e com a atual PlayStation 4.

As novidades da PlayStation 5 não se ficam por aqui. Serão reveladas muitas mais novidades em breve.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,245FãsGostar
4,046SeguidoresSeguir
508SeguidoresSeguir

Mais Recentes

Análise – Resident Evil 3 Remake

Resident Evil 3 Remake espelha o original de 1999 de forma refrescante e emocionante, num jogo mais coeso e orientado na ação que o seu antecessor, mas que serve também de um excelente complemento para assistir de perto à tragédia de Raccoon City.

Concurso Montepio Acredita Portugal 2020 com inscrições abertas até 25 de abril

Além disso, o concurso adotou um formato inicial digital, 100% online, pelo que, depois, o desenvolvimento de ideias submetidas irá decorrer até 17 de maio deste ano.

Makro Portugal abre as portas das suas lojas a todos os consumidores

A partir das 06h de hoje, 6 de abril, a Makro Cash & Carry Portugal S.A. abre as portas de todas as suas lojas a nível nacional de forma a garantir a continuidade da cadeia de distribuição de produtos a todos os consumidores.

Crítica – Sonic the Hedgehog

Sonic the Hedgehog é uma aventura divertida que qualquer família pode desfrutar numa tarde de domingo.

Digimon Adventure Reboot já está disponível! Saibam aqui como ver

Sim, a primeira série a surgir no pequeno ecrã foi alvo de reboot, pelo que os próximos episódios serão altamente nostálgicos. Há, claro, diferenças.
- Publicidade -