PlayStation, Oculus e Facebook fora da Game Developers Conference devido ao Coronavírus

Há mais um evento tecnológico a sofrer baixas de peso devido ao Coronavírus.

- Publicidade -

A Game Developers Conference, uma das cimeiras mais importantes do ano para produtores, artistas e entusiastas da indústria dos videojogos, vê alguns dos seus parceiros a ficarem de fora na edição deste ano por precaução.

A Sony (PlayStation), o Facebook e o departamento de desenvolvimento de jogos para os sistemas Oculus anunciaram esta semana que a sua participação no evento será reduzida.

Em comunicado ao portal Polygon, o Facebook, que gere também o Oculus VR, confirma a sua ausência por segurança e preocupação pela saúde dos seus empregados e parceiros devido aos riscos de propagação do COVID-19. No entanto, deixa a mensagem que há planos para participar no evento de forma remota, com Q&As, vídeos e anúncios, entre outros.

Já a Sony PlayStation, que recentemente também cancelou a sua presença da PAX East 2020, onde iria ter demonstrações públicas de The Last Of Us Part II, conta em comunicado que a sua ausência também se justifica com as atuais restrições de voos e dos riscos de saúde e segurança que podem surgir daí. Contudo, esta é uma situação temporária e a Sony promete voltar a participar no evento no futuro.

Da parte da Game Developers Conference, a organização compreende a decisão dos seus parceiros, mas garante que está a tomar todas as medidas para que o evento decorra dentro da normalidade e com o máximo de segurança para todos os participantes e convidados, dentro das normas da Organização Mundial de Saúde que têm sido aplicadas recentemente.

A GDC 2020 será a 34ª edição do evento e vai acontecer em São Francisco entre os dias 16 e 20 de março, onde se esperam algumas novidades sobre o que se anda a fazer no mundo dos videojogos.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,784FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Facebook usa Inteligência Artificial para melhorar as descrições de fotografias para pessoas com deficiências visuais

Apresentado pela primeira vez em 2016, o Texto Alt Automático (AAT - Automatic Alt Text) utiliza tecnologia de visão computacional para gerar descrições automaticamente.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vão ao supermercado? Passam a ter de mostrar o talão de pagamento às Forças de Segurança

O novo despacho do Governo estabelece também que quem violar as regras do confinamento tem de pagar a multa na hora.

Zimbra. Esta ferramenta facilita a gestão das contas de email

É uma solução que surge por parte da Ikoula.