Análise – Xiaomi Mi True Wireless Earphones

Apesar do design um pouco mais robusto e a curta autonomia apresentada, o preço dos Xiaomi Mi True Wireless Earphones faz com que sejam uma opção a ter em conta.

Xiaomi Mi True Wireless Earphones
- Publicidade -

Texto de: Cláudio Araújo

Foi numa terça-feira. O estafeta tocou à campainha e, com ele, chegou mais uma encomenda, cada vez mais habitual dado o ambiente em que vivemos. Desta vez são os Xiaomi Mi True Wireless Earphones, também conhecidos como Xiaomi Mi Airdots Pro, e já me sinto cheio de adrenalina do unboxing e da corridinha que vou efetuar com eles.

Design

Com um design semelhante aos AirPods Pro, da Apple, em branco mate e com uma “perna” descendente, a comparação torna-se inevitável. Devo dizer que, em termos de tamanho, os Mi True Wireless Earphones são uns autênticos canhões, com umas “pernas” bem mais salientes e visíveis. Parece-me que a opção por uma cabeça cilíndrica com touchpad com funcionalidades também contribuiu para esta perceção de tamanho maior.

A caixa segue a mesma linha de design dos earphones, sendo também ela gigante (aproximadamente o dobro do tamanho da caixa dos AirPods) e em branco mate com traços curvilíneos. O indicador de bateria é um pequeno ponto branco na frente da caixa e, de lado, encontra-se um botão para configuração dos earphones com os dispositivos compatíveis e verificação do estado da bateria.

No que toca a ligações, tem entrada USB Type-C na base da caixa para carregamento, acompanhada com um cabo bastante curto para carregamento. Internamente, existem dois conectores onde é feito o contacto com os earphones para o carregamento dos mesmos.

A nível de conforto, estavam um pouco apertados para as minhas orelhas, mas, após substituir as pontas silicone (estão incluídos tamanhos diferentes na embalagem), tornaram-se bastante confortáveis e superaram a corridinha que fiz sem terem caído ou causado desconforto.

Xiaomi Mi True Wireless Earphones

Funcionalidades

Este modelo da conhecida marca chinesa conta com um tempo de reprodução de três horas (a 80% volume) para os auriculares e 10 horas para a caixa, não sendo, portanto, um resultado impressionante.

A ligação é feita com Bluetooth 4.2 e as falhas ou interferências foram praticamente inexistentes. Numa das vezes, ocorreu enquanto caminhava na rua com um amigo, sendo que cada um estava com um auricular a ouvir música do mesmo dispositivo.

Os Xiaomi Mi True Wireless Earphones têm microfone incorporado, sendo possível fazer chamadas de voz e enviar áudios pelo Whatsapp e aplicações similares. A nível de controlo, são por toque, simples e intuitivos: o earbud do lado direito serve para atender/desligar chamadas e reproduzir/colocar algo em pausa, ao passo que o do lado esquerdo serve para chamar o assistente (Siri e Google Now). Estes controlos não podem ser personalizados. No que toca à compatibilidade, estão preparados para Android e iOS.

Características

A instalação inicial é bastante simples e intuitiva, o que faz com que, a partir do momento em que se abre a caixa até meter os auriculares, seja uma questão de minutos. As utilizações seguintes são também bastante intuitivas. Basta ter o Bluetooth do telemóvel já ligado e retirar os earpods da caixa que eles conectam automaticamente. Pena que os earphones sejam um pouco escorregadios ao retirar da caixa, devido às arestas cilíndricas que combinadas com o íman dos conectores deixam pouca superfície por onde puxar. O único problema que vi nos comandos é que não existe a opção para aumentar ou diminuir o volume.

No que toca à qualidade de som, o volume é bastante superior a uns earbuds que tenho cá por casa que me custaram 40€ e que são isentos de base. Considero, assim, que para o preço em que se inserem, os Mi True Wireless Earphones apresentam bom volume, um bass bastante satisfatório e uns médios razoáveis. Já os agudos deixam um pouco a desejar.

Xiaomi Mi True Wireless Earphones

A música entra em pausa quando tiramos um dos auriculares do ouvido. Para retomar a reprodução, devemos premir o auricular que estamos a utilizar, ou o direito em caso de utilização simultânea dos dois. É também possível emparelhar um auricular num dispositivo e o outro auricular num segundo dispositivo.

Os earbuds contam ainda com noise cancelling, com a função a ativar-se com um premir de três segundos num dos auriculares. Cumpre o propósito, ainda que, para isso, abafe um pouco o som. Contudo, e mesmo sem a ativação deste modo, o bloqueio de sons externos é bastante bom sem ter de se recorrer ao volume máximo, pelo que nunca me deparei com a necessidade de ativá-la.

Veredicto

Com bom volume de som, existência de graves satisfatórios e um sistema de noise cancelling eficiente, consegue-se atingir uma experiência agradável e imersiva com os Mi True Wireless Earphones, seja a trabalhar, relaxar ou a realizar exercício.

O design é simples e, apesar de inspirado nos AirPods, é distante o suficiente para não passar por uma imitação barata. Gostava que fossem um pouco mais pequenos, discretos e que retirá-los da caixa fosse mais prático. Veremos como aguenta o branco matte aos riscos.

A bateria é curta e será insuficiente para viagens muito longas ou para um dia inteiro no escritório sem efetuar uma carga. Os comandos, apesar de práticos e intuitivos, podem ser melhorados no que toca a opções, tais como regular o volume.

Posto isto, se o que procuram é um par de auriculares true wireless de qualidade e em conta, os Mi True Wireless Earphones são uma aposta fiável e segura caso consigam ignorar o design um pouco mais robusto e a curta bateria.

Estão disponíveis em lojas como a Banggood, com o preço a ir oscilando ao longo do tempo. Se forem adquirir, não se esqueçam de pagar sempre com PayPal e de ativar o seguro de envio.

Nota: Muito Bom

Este dispositivo foi cedido para análise pela Banggood

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,402FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
654SeguidoresSeguir

Relacionados

Análise – Chronos: Before the Ashes

Da realidade virtual para as consolas – assim é a prequela de Remnant: From the Ashes.

Cat S42 é considerado o primeiro smartphone antibacteriano

Todas as superfícies externas do smartphone robusto Cat S42 têm proteção avançada de produto antimicrobiano.

Análise – XIII Remake

Um regresso ao passado que desvirtua a memória do jogo original para um lucro rápido da produtora.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Euroconsumers acusa Apple de tornar os modelos iPhone 6 propositadamente mais lentos

É que a Apple alegou tratar-se de uma atualização para prolongar a vida útil das baterias.

Tiamat são um dos cabeças-de-cartaz do festival Under The Doom 2021

O evento realiza-se entre 4 e 5 de dezembro de 2021, no Lisboa ao Vivo.

Mandalorian e Baby Yoda juntam-se à batalha na nova temporada de Fortnite

Depois da Marvel, Star Wars está de regresso à ilha mais popular dos videojogos.