Análise – Mega Man X Legacy Collection 1+2

Mega Man X está de regresso, desta vez com uma coleção de dois volumes, composta num total de oito jogos, em antecipação ao lançamento de Mega Man X9, já este ano.

A Capcom dá, assim, a oportunidade aos jogadores da geração atual de experimentarem todos os episódios do spin-off de uma das suas séries mais influentes, Mega Man, num pacote que também celebra também os 30 anos da série.

Mega Man X Legacy Collection surge com dois volumes, que podem ser adquiridos em conjunto ou em separado. Cada volume vem dividido com quatro títulos, sendo que o primeiro tem os jogos desde o 1º ao 4º e o segundo volume do 5º ao 8º.

À semelhança da coleção de Street Fighter, Mega Man X Legacy Collection é a coleção derradeira da série, contendo não só os jogos originais, como algumas melhorias, novos modos e, até, um museu para os fãs da saga e novos jogadores poderem descobrir um pouco da história sobre estes jogos.

Algo que este tipo de coleções costuma ter como objetivo é a preservação histórica dos jogos. Nesta coleção, é possível perceber isso quanto temos ao nosso dispor a possibilidade de ter a melhor experiência possível com o formato original dos jogos, desde os visuais aos controlos.

Visualmente teremos, para todos, os jogos com diferentes filtros opcionais para jogarmos como nos der mais gozo, com os X7 e X8 a receberem até um tratamento de alta definição especial, já que são jogos da geração 128bits.

Há também algo de mágico em saltar de jogo em jogo e testemunhar a evolução tecnológica dos jogos, ao mesmo tempo que o design e o estilo de jogo se mantêm relativamente fiéis de jogo para jogo, com twists e novas mecânicas a serem introduzidas a cada títulos.

Um pequeno zapping entre os oito títulos dá para perceber que, apesar das diferenças visuais, a curva de aprendizagem é minúscula de jogo para jogo, o que prova que até o original sobrevive ao teste do tempo.

Algo que também não mudou nestas coleções foi a dificuldade. Mega Man X é difícil, seja em que jogo for. Pode haver um ou outro que aparente ser mais fácil, mas basta um nível com mais inimigos, mais plataformas móveis ou um boss um pouco mais severo para perceber que temos jogos para muito tempo.

Felizmente, a Capcom pensou nos novos jogadores, naqueles que podem sentir alguma dificuldade em entrar neste mundo, e até nos veteranos, que, provavelmente, puxaram pelos cabelos em algumas situações e querem completar os desafios dos jogos com algum espaço para respirar.

O Rookie Hunter Mode pode ser ativado em todos os jogos e faz com que, por exemplo, o jogador receba apenas metade do dano. Em alguns jogos também é possível sobreviver a quedas acidentais, que, em situação normal, se traduziriam a morte imediata.

No que toca a novidades, os dois volumes incluem um novo modo de jogo, chamado X Challenge.

O X Challenge coloca o jogador à prova contra duplas de Bosses saídos de todos os jogos. É uma espécie de jogo de desafios, onde preparamos o nosso Mega Man até três tipos de armaduras e armas para, nível após nível, destruirmos as duplas de bosses que nos apresentam.

Não é fácil, ainda que também seja possível ativar o Rookie Hunter Mode, mas pode provar-se um bom sítio para que os jogadores percebam os controlos e se habituem aos combates mais complicados. No entanto, o jogo recomenda que se deixe este modo para depois de concluídos os jogos, pois contém alguns spoilers, nomeadamente no leque de inimigos.

Para além dos jogos, temos um arquivo, ou como o jogo lhe chama, um museu, onde vamos poder aceder às artes dos jogos, às galerias das personagens, às bandas sonoras, às cinemáticas, aos trailers e, também, a uma série de galerias dedicadas ao merchandise dos jogos, com montras de brinquedos, cartas colecionáveis e capas de bandas desenhadas. Infelizmente, algum deste conteúdo extra é repetido, havendo diferenças específicas nos conteúdos relacionados com os jogos de cada coleção.

A Mega Man X Legacy Collection está recheada dos conteúdos e extras e é uma coleção obrigatória para os fãs e para quem tem curiosidade em lançar-se nesta série.

Mega Man X Legacy Collection está disponível em dois volumes separados ou num conjunto para PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

Atualização: O texto original fazia referência ao lançamento de Mega Man X9, que não está oficializado. Para 2018 está sim confirmado Mega Man 11.

Mega Man X Legacy Collection 1+2
Nota: 8/10

Este jogo foi cedido para análise pela Ecoplay.

2 Comentários

  1. Eu perdi alguma coisa? Que eu saiba o que vai ser lançado esse ano será Megaman 11, não Megaman X9. O X9 tem muitos fãs esperando que esteja em produção, e que a collection sirva pra apresentar o universo aos novos jogadores, mas não tem nada confirmado sobre ele pelo que sei.

    • Obrigado António pelo reparo, tem toda a razão. O nosso colega fez confusão e já editámos o texto. 🙂

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,104FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Análise – XIII Remake

Um regresso ao passado que desvirtua a memória do jogo original para um lucro rápido da produtora.

Análise – Just Dance 2021 (PS4)

Com as novas consolas aí à porta, Just Dance 2021 chega just in time, para meter a malta a suar sem sair de casa.

Crítica – Relic

Relic é um daqueles típicos filmes de horror que dividem críticos e audiências um pouco por todo o mundo.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Buondi ganha finalmente uma variedade de café em grão

Uma novidade que surge para fazer face a um pedido há muito feito pelos consumidores.

Auchan Alverca celebra 27 anos e apresenta-se mais moderno

Foi feito um investimento de cerca de seis milhões de euros.

Portal Aduaneiro dos CTT vai deixar realizar pré-pagamentos para desalfandegar encomendas

Tal garante que os objetos aos quais forem aplicadas imposições aduaneiras pela Autoridade Tributária possam ser entregues já com os encargos pagos, não exigindo a cobrança no ato da entrega.