Água do Fastio celebra 100 anos com edição especial com rótulo comemorativo

O reconhecimento oficial da marca ocorreu em 1920, ano em que a Água do Fastio foi classificada pelo químico francês Charles Le Pierre como uma água mineral marcadamente hipossalina e, muito pura.

Água do Fastio
- Publicidade -

É das águas mais populares no mercado. Falamos, naturalmente, da Água do Fastio, marca que acaba de lançar no mercado uma edição especial, com um rótulo comemorativo, para as garrafas de vidro de 0,50L e 1L.

Fastio, uma água centenária 1920-2020” é o mote da nova imagem e a ilustração mostra as principais espécies da flora da Serra do Gerês: Hipericão-do-Gerês, Lírio-do-Gerês, Orquídea-do-Gerês e Azevinho-do-Gerês.

O objetivo com esta nova imagem é envolver os consumidores com a flora da Gerês e criar um sentido de comunidade através de uma ligação emocional com a marca.

A edição do centenário é exclusiva para o canal Horeca. As garrafas de vidro são 100% recicláveis e em tara retornável.

A Água do Fastio carateriza-se por ser uma água mineral natural, depurativa, digestiva e ligeiramente diurética. Especialmente qualificada e adaptada ao organismo, ajuda a regular e a manter o equilíbrio do corpo, sem o sobrecarregar.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Fornecimento de eletricidade, gás natural e água pode voltar a ser cortado em julho

Estas medidas temporárias deixam de estar implementadas a partir do início do próximo mês de julho.

ECO. Esta marca sustentável de água filtrada e engarrafada reinventou a forma de consumir água

A marca já conseguiu poupar 180 toneladas de plástico descartável.

A nova garrafa de água Vitalis é feita com plástico 100% reciclado

Com esta inovação, a estimativa da empresa é conseguir evitar, por ano, o uso de mais de 6,3 toneladas de novo plástico.

Água Monchique regressa ao mercado com garrafas de vidro

Há algum tempo que não vemos as garrafas e garrafões da Água Monchique no supermercado. Isso deveu-se ao facto da Sociedade da Água de Monchique ter interrompido a produção e o fornecimento durante alguns meses na sequência do investimento de alguns milhões de euros que estaria a fazer na requalificação e modernização da unidade fabril nas Caldas de Monchique.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Pingo Doce chega pela primeira vez aos Açores

O sortido do espaço conta com muitos produtos regionais, fruto das parcerias feitas com 129 fornecedores dos Açores.

Continente abre primeira loja em Gouveia

Continua a expansão da marca da Sonae.

Lagoa dos Salgados será classificada como área protegida de âmbito nacional

Há 21 anos que, em Portugal, não era classificada nenhuma área protegida de interesse nacional.