WTF é o tarifário para jovens com mais queixas em 2018

- Publicidade -

Hoje em dia, são várias as operadoras nacionais que oferecem tarifários aliciantes destinados a menores de 25 anos. Têm pacotes de dados móveis para uso geral, aplicações com mais GB de dados para usar, SMS e chamadas gratuitas, entre outras ofertas.

No entanto, à medida que se conquistam mais clientes, surgem também mais reclamações. O Portal da Queixa dá conta que de, desde o início de 2018, até ao mês de novembro, o número de reclamações registou uma subida de 62% (244), face a igual período do ano passado (151). Neste caso, a WTF, que pertence à NOS, foi a marca que registou mais queixas, um aumento de 153% face ao período homólogo do ano passado. Tinha 58 queixas em 2017 e passou para 147 em 2018.

Um dos principais motivos de reclamação apresentado está relacionado com o incumprimento do que é garantido pelo tarifário escolhido, isto é, as aplicações supostamente sem limite de uso ficam inacessíveis assim que se esgota o respetivo pacote – sim, existe uma política de uso responsável – e, nesses casos, há um valor cobrado ao cliente sem este ter autorizado.

Outros problemas estão relacionados com o saldo, em que é retirado o valor do carregamento para outros efeitos, lentidão dos dados móveis e anomalias com a rede.

Ainda assim, a WTF tem dado resposta e resolvido as insatisfações apresentadas no Portal da Queixa, o que leva a uma taxa de resposta na ordem dos 95% e de solução na ordem dos 52%.

Já a Yorn registou um ligeiro aumento no que toca a queixas, passando das 62 do ano passado para as 71 deste ano. Curiosamente, foi a Moche que mostrouum decréscimo nas queixas, reduzindo das 30 queixas de 2017 para as 25 reclamações em 2018.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Balada para Sophie, banda desenhada portuguesa, vai ser adaptada a série pela Universal

IDW anunciou a adaptação de cinco títulos de banda desenhada para várias plataformas, e uma é da autoria do português Filipe Melo.

Concerto dos Backstreet Boys em Lisboa está esgotado

Agora só mesmo através de um passatempo... ou mercado em segunda mão.

Bicicletas da Bird chegaram ao Porto e Espinho

Já são quatro as cidades portuguesas com as bicicletas partilhadas da Bird.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Balada para Sophie, banda desenhada portuguesa, vai ser adaptada a série pela Universal

IDW anunciou a adaptação de cinco títulos de banda desenhada para várias plataformas, e uma é da autoria do português Filipe Melo.

Concerto dos Backstreet Boys em Lisboa está esgotado

Agora só mesmo através de um passatempo... ou mercado em segunda mão.