fbpx

VPN no router: Benefícios que provavelmente desconhecem

Hoje em dia, usar uma VPN é a maneira mais rápida e fácil de proteger a privacidade enquanto navegamos na Internet. Se não estivermos ligados à Internet por meio de uma VPN, todos os nossos dados pessoais ficam vulneráveis ​​a qualquer pessoa que queira intercetar e ler o nosso tráfego. Isso inclui ISPs, agentes de autoridade e, potencialmente, cibercriminosos.

Dito isto, não é de surpreender que os utilizadores preocupados com a privacidade estejam a recorrer cada vez mais aos fornecedores de software VPN, de modo a garantir que a sua atividade online fica protegida contra olhares curiosos.

A maneira mais fácil de alguém proteger-se com uma VPN é instalar a aplicação no dispositivo que deseja proteger. No entanto, não existem serviços de VPN capazes de suportar todas as plataformas em todos os dispositivos que alguém pode usar para aceder à Internet.

Proteger os dispositivos com uma VPN no router

Logo, porque não utilizar uma VPN no router? Mesmo que um fornecedor de VPN deseje oferecer suporte a todos os tipos de dispositivos disponíveis, ainda existem muitos gadgets e equipamentos que simplesmente não são compatíveis com aplicações VPN.

Isto inclui mais dispositivos de nicho, como Smart Tvs, termostatos sem fio e câmaras digitais, que são cada vez mais alvo de cibercriminosos devido à sua falta de proteção. À medida que o número de dispositivos sem fios continua a crescer, torna-se praticamente impossível que os fornecedores de VPN consigam oferecer suporte a todos eles.

Portanto, a melhor maneira de garantir a privacidade em todos os dispositivos é fornecer proteção VPN para toda a rede, em vez de se proteger cada dispositivo separadamente. E isso pode ser conseguido configurando uma VPN no router.

Abaixo, damos uma olhadela aos principais benefícios da configuração de uma VPN no router.

Segurança em toda a rede

O uso de uma VPN num router pode ser comparado a uma firewall usada numa rede. As firewalls protegem toda a rede ao fazer a monitorização e análise de todo o tráfego de entrada e saída, ao mesmo tempo que bloqueiam quaisquer dados maliciosos capturados.

Embora todos os computadores Windows, por exemplo, tenham uma firewall própria, essas opções que vêm por defeito com o SO da Microsoft são consideradas apenas uma medida de segurança secundária, uma vez que a firewall primária está localizada no router.

E, da mesma maneira que um router usa uma firewall para proteger toda a rede, estes também podem ser configurados para usar uma VPN, que criptografará todo o tráfego enviado ou recebido pela rede. Quando uma VPN é instalada no router, todos os dispositivos que se ligam à rede serão automaticamente criptografados e, portanto, protegidos contra software malicioso ou ataques cibernéticos.

Proteção automática

Como o router será ligado à Internet através de um serviço VPN, o utilizador nunca irá precisar de preocupar-se em ativar ou desativar o serviço antes da ligação propriamente dita.

Isso pode parecer um benefício menor, mas, para muitos, poupa tempo e garante que estão sempre protegidos, desde que se liguem à Internet pelo router

Em resumo, se alguém se esquecer que queria ligar-se à Internet através de uma VPN, estará na mesma protegido graças à VPN instalada no router.

Fazer streamings internacionais pela Smart TV

Já sabemos que a partir da TV é possível ver filmes e séries de TV de outros países de forma fácil e rápida. Porém, nem todos os serviços ou séries estão disponíveis por cá, pelo que usar uma VPN para streaming instalada no router permitirá a transmissão em 4K de séries que não estão disponíveis por cá, como é o caso da Disney+.

Evitar a caça furtiva por Wi-Fi

Outra vantagem significativa do uso de uma VPN no router é que pode, de facto, ajudar a proteger a rede contra invasores. A caça furtiva por Wi-Fi refere-se a quando uma pessoa não convidada liga-se a uma determinada rede, mas sem permissões.

Obviamente, existem outras maneiras de impedir utilizadores indesejados na rede. Essas medidas normalmente incluem, por exemplo, o uso de passwords longas e complicadas que usam números, símbolos e letras maiúsculas e minúsculas, bem como ter o router atualizado constantemente e a correr o firmware mais recente.

Embora a maioria das VPNs seja compatível com as plataformas mais populares, como Windows 10 e Mac, não se sabe o quão confiáveis ​​são quando usadas em sistemas operativos menos conhecidos. Em alguns casos, é algo que pode potencialmente limitar o número de dispositivos protegidos, especialmente se estivermos a usar um cliente VPN diferente para cada dispositivo individual.

Portanto, uma VPN configurada no router é, definitivamente, a melhor maneira de garantir que as plataformas sejam criptografadas e protegidas.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,787FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Melhorias na comunicação e maior controlo sobre a privacidade são algumas das novidades do Android 11

E claro, os smartphones Pixel já podem ser atualizados para a mais recente versão.

Mi Store do Centro Comercial Colombo inaugurada a 15 de setembro

O evento de inauguração poderá ser acompanhado via streaming.
- Publicidade -

Mais Recentes