fbpx

Vinhos em Cena – Conferência com Charles Spence

O Vinhos em Cena partiu para a sua terceira edição com algumas novidades. Assim, em 2019, o programa das festas passará de três para dois dias, e terá a presença de alguns convidados de renome internacional. Um deles é Charles Spence, professor de Psicologia Experimental na Universidade de Oxford, e que no passado dia 12 de março deu uma conferência no teatro Tivoli sobre Multisensory Flavour Perception.

Spence tem anos de experiência ao nível do que descreve como “psicologia dos sentidos”. Um exemplo clássico dado no Reino Unido é o chamado paradoxo do rosé da Provença, ou seja, como é que aquele que nas férias junto ao mar soube tão bem que até se compraram algumas garrafas para levar para casa, no momento da abertura em casa junto dos amigos não sabe tão bem? Será apenas o tempo e o transporte a afectar as qualidades intrínsecas do vinho, ou a atitude e estado de espírito das pessoas também tem um papel decisivo?

De facto, o que o conferencista defende é que o sabor é uma “experiência total”, com contributos múltiplos. Nessa perspetiva tem colaborado com chefs consagrados, como Heston Blumenthal no seu prato “The Sound of the Sea”, onde o som do mar escutado em auscultadores tem um papel fundamental. Se no passado considerava-se que a teatralidade era, no fundo, uma distração na gastronomia, hoje muitos chefs a consideram como fundamental, com efeitos posteriores nos produtos de massa – aquilo a que Charles Spence chama o “efeito Fórmula 1“, isto é, a aplicação de inovações inicialmente descobertas num contexto limitado a um conjunto alargado de consumidores.

No contexto específico do vinho, foram dados diversos exemplos de como a estimulação auditiva ou cromática pode pesar no momento de escolha de um vinho, ou no grau de prazer retirado no consumo do mesmo. Por exemplo, a investigação de North et al. (1997) indicou que, numa comparação entre a compra de vinhos franceses e alemães numa loja, o facto de se estar a tocar música associada com um ou outro país tem uma influência significativa nas escolhas dos consumidores. No entanto, apenas 4 em 60 no final referiram que a música que escutavam teve impacto nas suas escolhas.

Outra experiência interessante encontra-se relacionada com a utilização de corantes nos vinhos, como no caso do vinho azul Gik. De facto, a pesquisa efectuada com este tipo de estratégia que, se num primeiro momento há uma vantagem nesta estratégia de distinção, numa segundo momento a mesma acaba por se virar contra o próprio produto, tendo em conta o grau e desilusão do consumidor com dissonância entre as características associadas com determinada cor (como frescura, por exemplo) e o sabor do vinho em si. A compra repetida torna-se assim mais difícil.

Curiosamente, grande parte destas experiências foram já relatadas pelo poeta futurista Marinetti no seu Livro de Cozinha Futurista, de 1932, e têm-se progressivamente tornado cada vez mais utilizadas, como seja a prova de vinhos ao mesmo tempo que as mãos sentem tecido suave, como veludo, ou áspero, como lixa, e as diferenças na descrição do vinho que se encontra a ser provado.

Outro aspecto tido em consideração foi o peso do vinho, com Spence a citar artigos que concluem que um vinho mais pesado tem qualidade que um vinho leve, levando a que alguns produtores optem por garrafas que vazias pesam perto de 2,5 quilos, quando uma garrafa cheia pesa, muitas vezes, cerca de um quilo. Outros exemplos deram conta da importância da cor da luz, ou do estilo da música, enquanto influenciadores da experiência de prova do vinho.

O Vinhos em Cena ocorrerá nos dias 23 e 24 de março e contará também com o testemunho de diversas figuras conhecidas do panorama nacional, como Rui Veloso, António Zambujo, César Mourão e Vasco Avillez, presidente da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,778FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Nómada Digital Summit é o primeiro evento gratuito e online sobre freelancing e trabalho remoto

De forma a desmistificar conceitos como Freelancing, Trabalho Remoto e Nomadismo Digital, decorrerá entre os dias 13 e 18 de abril a Nómada Digital Summit,

Vem aí uma conferência dedicada ao trabalho remoto

É uma prática já bastante comum no estrangeiro e que começa agora a ganhar mais força...

A Xbox vai levar 14 jogos novos até à E3 2019

A contagem decrescente para a E3 já começou e a Microsoft vai ser a primeira a abrir as hostes...

Vinhos em Cena (23 e 24 de março)

O Teatro Tivoli foi pelo terceiro ano consecutivo invadido por vinhos de várias regiões de Portugal, e também do...
- Publicidade -

Mais Recentes

Celebra o aniversário do Batman com o LEGO do seu Batwing

O novo set de coleção é inspirado no icónico veiculo do filme de 1989.

Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apostar em água reutilizada para lavar as ruas e regar espaços verdes

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou a proposta para a construção da Rede de Água Reutilizada de Lisboa na Zona Ribeirinha e Bairro Alto.