Vektor regressam a Portugal em 2021

A última vez que os Vektor foram vistos em solo luso foi em 2016, no Vagos Metal Fest.

Vektor
- Publicidade -

Cinco anos depois, os Vektor vão regressar a Portugal. E ainda por cima com alguns dos seus membros originais (os guitarristas David DiSanto e Erik Nelson), pelo que se pode fizer que estão na máxima força.

Assim, a banda irá regressar a Portugal para um concerto a 30 de maio na Sala 2 do Lav – Lisboa ao Vivo. A digressão Activate Europe servirá o propósito de celebrar esta reunião, bem como para promover um novo álbum, que deverá sair nos próximos meses.

Os Vektor são um dos grupos que liderou o movimento revivalista do thrash metal nos inícios de 2000, integrando ainda no seu som características do prog e do space rock (o espaço é, aliás, uma temática bastante presente nas criações dos americanos). A última vez que os Vektor foram vistos em solo luso foi em 2016, no Vagos Metal Fest, o festival que a Amazing Events promove, anualmente, no município da zona centro do País.

A banda de Phoenix trará companhia de peso. Os holandeses Cryptosis (anteriormente conhecidos como Distillator) vão fazer a abertura do concerto em Lisboa. A banda assinou recentemente com a Century Media Records e é uma autêntica mescla de géneros que promete trazer algo de novo à cultura metal.

Quanto aos bilhetes, custam 20€ e já estão disponíveis nos locais habituais.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

13,025FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
789SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Metz regressam a Portugal no próximo ano

O trio canadiano dará dois concertos: um no Porto e outro em Lisboa.

Música – Álbuns essenciais (março 2021)

Março foi um mês extremamente complicado, na medida em que foram lançados imensos álbuns de boa qualidade, mas finalmente consegui chegar à seleção final (já quase em maio, mas consegui).

O tema de Mortal Kombat recebe um remix para o novo filme

Benjamin Wallfisch é o compositor do novo tema que é, no mínimo, energético.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes