Último troço da Linha da Beira Alta vai ser modernizado

Irá beneficiar o transporte de mercadorias e de passageiros nas ligações inter-regionais.

- Publicidade -

Esta semana, foi consignada a empreitada de modernização do último troço da linha férrea da Beira Alta, entre Santa Comba Dão e Mangualde, para o transporte de mercadorias em Portugal.

A empreitada, adjudicada ao consórcio Sacyr Somague/Sacyr Neopul, envolve a requalificação integral do troço com 40 quilómetros de extensão, entre as estações ferroviárias de Santa Comba Dão e de Mangualde, dotando a via-férrea de maior capacidade operacional e melhores condições de segurança e circulação, beneficiando o transporte de mercadorias e de passageiros nas ligações inter-regionais.

“Vamos poder ter comboios maiores, com 750 metros, e aumentar a capacidade do número de comboios que podem circular na linha e vamos torná-los mais interatuáveis”, disse o Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, acerca desta obra.

Representando um investimento de 57,6 milhões de euros, esta obra é desenvolvida no âmbito do Programa de modernização da Rede Ferroviária Nacional, Ferrovia2020.

Com o início desta empreitada, a IP – Infraestruturas de Portugal está atualmente a realizar obras de requalificação integral e modernização no valor de cerca de 300 milhões de euros, numa extensão de cerca de 190 quilómetros da Linha da Beira Alta.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Shadows of Kurgansk – Fujam desta Zona de Exclusão

Mais um jogo de sobrevivência que faz o mínimo para se destacar.

Setúbal vai ver nascer uma nova biblioteca municipal

Porém, os detalhes são escassos, para não dizer inexistentes, por agora.