Uber mete mais 1000 bicicletas JUMP em Lisboa. E foram todas feitas em Portugal

E atenção, além de terem sido feitos em Portugal, estes novos modelos 5.6 da JUMP incluem novas funcionalidades como suporte para telemóvel, painel frontal, novo sistema de carregamento ou “cable lock”. Desta feita, o serviço de bikesharing passa a cobrir 100% da área urbana de Lisboa, com um total de 1750 e-bikes pela cidade.

- Publicidade -

As JUMP da Uber, serviço que demos a conhecer anteriormente, estarão disponíveis 24 horas por dia, servindo para fazer o percurso trabalho-casa e vice-versa, por exemplo, como servir para desenrascar a uma hora mais difícil da noite.

Estes novos modelos reforçam não só a segurança e qualidade da experiência dos utilizadores, como incluem exteriores e interiores inovadores. A saber, são estas as novidades:

  • QR Code e Suporte para telemóvel: Neste novo modelo, o utilizador apenas precisa de ler o QR Code na aplicação para desbloquear a bicicleta. Foi também adicionado suporte para telemóvel para que seja possível recorrer a GPS de forma mais dinâmica e sem necessidade de utilizar as mãos reforçando assim a segurança dos utilizadores.
  • Painel Frontal: Há um novo painel na parte frontal debaixo do guiador e na traseira da bicicleta que permite digitalizar um código QR para desbloquear em vez de inserir um pin. Neste painel, será possível realizar diferentes ações como colocar a bicicleta em pausa ou reportar a necessidade de reparação.
  • Novo Sistema de Carregamento: A nova bicicleta JUMP possui características que permitem aumentar a disponibilidade das bicicletas em toda a cidade, evitando a necessidade de recolher as bicicletas para efeitos de carregamento sendo que agora podemos transformar uma bicicleta sem carga numa pronta a usar em apenas alguns minutos.
  • Cable Lock: Para permitir mais flexibilidade ao prender a bicicleta a uma estrutura, trocou-se a barra em U por um cabo recolhível integrado na estrutura da bicicleta. O novo cabo recolhível tornará mais fácil o estacionamento seguro e ordenado nas zonas autorizadas para estacionamento de bicicletas disponíveis na cidade.

Além, trazem também suporte ao 4G, fazendo com que reserva uma bicicleta seja bem mais rápido que anteriormente.

De relembrar que usar estas bicicletas 100% elétricas tem um custo de 0,15€ por minuto, sem custo de desbloqueio.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Uber aposta num novo serviço de viagens low cost no Porto

As viagens a preço reduzido estarão disponíveis na aplicação fora do horário de pico na área metropolitana do Porto.

Uber junta-se à Unilabs para testes de rastreio à COVID-19 no domicílio

Essencialmente, um motorista Uber irá levar um técnico de colheitas devidamente habilitado da Unilabs ao domicílio de um cliente que tenha requisitado o serviço, com equipamento de proteção individual para a recolha da amostra.

Primeiro BiciPark da EMEL para estacionamento de bicicletas inaugurado no Lumiar

Tem 22 lugares para bicicletas convencionais e dois lugares para bicicletas de carga (cargo bikes). O primeiro dos 13 estacionamentos...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Meu Super abre lojas em Odemira e Lordelo do Ouro

Existem cada vez mais lojas de proximidade Meu Super espalhadas pelo país.

Setúbal, Palmela e Sesimbra vão ter perto de 300 postos de carregamento para veículos elétricos

É o que prevê o Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida para os próximos 10 anos.

Nespresso tem um novo café gelado a pensar no verão

Recomenda-se que, depois de tirarem diretamente sobre gelo, adicionem água ou leite.