Transferências imediatas para bancos da zona euro ficam disponíveis até final de 2020

- Publicidade -

Tal já era possível, desde setembro de 2018, entre bancos nacionais. Agora vai acontecer o mesmo, mas para bancos dentro da zona euro.

Transferências imediatas

É o que diz um comunicado do Banco de Portugal sobre o Relatório dos Sistemas de Pagamentos de 2019.

Em 2020, será concretizada a adesão da comunidade portuguesa ao serviço pan-europeu para liquidação de transferências imediatas, que permitirá a realização de pagamentos à escala europeia em poucos segundos.

O que é que isto quer dizer? Por exemplo, imaginando que necessitam de fazer uma transferência para um banco francês. A partir do fim do ano, essa mesma transferência poderá ser realizada em poucos segundos, eliminando-se o tempo de espera de alguns dias úteis.

“Até ao final de 2020, será concretizada a adesão da comunidade nacional ao TIPS – TARGET Instant Payments Settlement, o serviço pan-europeu para a liquidação de transferências imediatas. O TIPS complementará a solução nacional e permitirá a realização, à escala europeia, de pagamentos em poucos segundos”, diz o mesmo comunicado.

Ainda para 2020, “está prevista a definição de uma estratégia nacional para os pagamentos de retalho. O objetivo desta estratégia é a modernização dos pagamentos de retalho ao serviço dos cidadãos, das empresas e dos organismos da Administração Pública, adequando-os às exigências do mercado e às expetativas renovadas que decorrem da evolução tecnológica”.

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes