“Tiro e Queda”: Nova comédia portuguesa chega aos cinemas em novembro

Tiro e Queda é uma comédia dirigida ao grande público, com um humor mordaz e satírico à atualidade portuguesa, juntando a tradição da comédia nacional com a modernidade dos humoristas contemporâneos. O filme enquadra-se na tradição das duplas cómicas da história do cinema e é uma adaptação da peça de teatro com o mesmo nome.

- Publicidade -

Eduardo Madeira e Manuel Marques são os protagonistas da nova comédia realizada por Ramón dos Santos e produzida por Leonel Vieira.

Eis a sinopse: “EDDIE e MANECAS são dois grandes amigos dotados de uma estupidez ‘galáctica’. E juntos revelam-se um verdadeiro desastre.

No bairro conhecido como ‘Camboja’ onde vivem sob o comando de suas mulheres, EDDIE e MANECAS tem em comum uma vida dupla, mas ignoram que Rute e Guidinha não são tão estúpidas quanto eles.

Ao receberem a mensagem de código – K4-37 – arriscam-se numa missão secreta e viajam até Viana do Castelo onde, depois de instalados num estranho hotel, recebem a visita de uma mulher misteriosa e singular, que os informa sobre a missão a cumprir: “eliminar dois alvos”.

Para este trabalho clandestino, EDDIE e MANECAS devem dirigir-se para o Navio Gil Eanes e contornar as medidas de segurança.

As mulheres acabam por lhes seguir o rasto e EDDIE e MANECAS terão que enfrentar um fim vergonhoso. Mas serão eles dois verdadeiros atiradores profissionais? Ou apenas dois tipos que disparam uma hilariante e inteligente sátira á sociedade portuguesa?”

Após o êxito de Pátio das Cantigas, o filme português mais visto de sempre com 608 mil espectadores, e de Filme da Treta, que imortalizou a dupla Tony e Zézé, Leonel Vieira regressa à produção de mais uma comédia nacional.

Do elenco de fazem ainda parte Carla Vasconcelos, Gabriela Barros, Henriqueta Maya e José Eduardo.

Tiro e Queda estreia nos cimeras a 29 de novembro.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Mini-Críticas Cinema – Edição 2021

Normalmente preparo este tipo de artigo perto do final de cada ano com mini-críticas que fui guardando de alguns filmes para os quais não tive tempo de escrever uma opinião mais extensa.

1618 é o filme português mais premiado de sempre

1618 ainda não tem data de estreia em Portugal, dada a pandemia em curso.

Crítica – F9: The Fast Saga

F9: The Fast Saga leva as suas sequências de ação absurdamente ridículas a níveis inacreditavelmente intoleráveis, tudo enquanto tenta contar uma história demasiado longa, confusa e nada criativa em torno de um dos clichés mais genéricos do cinema.

Snake Eyes recebe um primeiro trailer cheio de estilo

G.I. Joe recomeça de novo com um spin-off.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Série live action de Pokémon está em desenvolvimento para a Netflix

Mas o projeto está ainda numa fase muito embrionária.

Análise – Within the Blade (PlayStation 4)

Vivam a experiência de serem ninjas num jogo competente, mas com alguns problemas de jogabilidade.

Jurassic World Evolution 2 abre as portas de um novo mundo no novo vídeo de desenvolvimento

Mais locais, mais missões e mais dinossauros, no primeiro vídeo de desenvolvimento de Jurassic World Evolution 2.