Novo álbum dos Tame Impala já está disponível online

Desde 2015, ano em que foi editado Currents, o terceiro álbum dos Tame Impala, que o projeto do australiano Kevin Parker não editava discos. Foi uma espera de cinco anos, mas será que valeu a espera?

- Publicidade -

Bom, ainda não tivemos oportunidade de ouvir o disco The Slow Rush, mas a crítica especializada tem, no geral, gostado, apesar de as pontuações dos mais entendidos não serem propriamente muito elevadas. No Metacritic, a pontuação é de 78, numa escala de 0 a 100.

O quarto disco dos Tame Impala foi gravado entre os Estados Unidos da América e a Austrália, contendo um total de 12 temas, que, no total, correspondem a 57 minutos de duração. Um álbum considerado longo, portanto.

Em todo o caso, não é a primeira vez que se ouve novo material. Recorde-se que, em março do ano passado, começámos por ouvir a faixa “Patience”, e, logo no mês seguinte, Kevin Parker deu outro bombom: “Borderline”. Porém, foi também nessa altura que o álbum foi adiado, daí só agora ter chegado às plataformas de streaming e lojas físicas.

Em todo o caso, algo era comum às faixas: a menor importância dando às guitarras, que é o que, de resto, a crítica especializada afirma. Em The Slow Rush, temos uma sonoridade ainda mais virada para o psicadelismo, com muitos sintetizadores à mistura, como se vissemos um Kevin Parker fechado no seu quarto, altamente pedrado, a fazer as suas experiências.

No fundo, assim têm sido os Tame Impala, embora desta vez com uma menor predominância de guitarras.

Atenção, os Tame Impala não são uma banda, mas sim, como já referimos, um projeto de um músico, que é também compositor e produtor. Aliás, foi Kevin Parker que escreveu todas as canções e gravou todos os instrumentos.

De resto, é ouvir o disco e esperar que venham cá no Verão. Fala-se que podem ser uma das confirmações do NOS Alive, embora, para já, não passem de rumores.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Reportagem – Neev e a Odisseia em concerto no Maria Matos

Foi na passada terça-feira, dia 25 de maio, no Teatro Mario Matos, em Lisboa, que, para muitos, se fez o regresso à plateia e à música ao vivo. Para Neev, foi uma odisseia - de sonhos e de emoções.

The Black Lips regressam a Portugal ainda este ano

Para dois concertos: um em Lisboa e outro no Porto.

Música – Álbuns essenciais (abril 2021)

"Em abril álbuns mil" e, apesar de desilusões, como os discos de The Offspring, Royal Blood e Porter Robinson, há alguns que merecem ser falados.

Metz regressam a Portugal no próximo ano

O trio canadiano dará dois concertos: um no Porto e outro em Lisboa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio de França com furos na estratégia da Mercedes

A Fórmula 1 voltou ao circuito Paul Ricard com a edição de 2021 do Grande Prémio de França e, se durante os treinos e qualificação, ficou a ideia que os Pirelli podiam sair furados novamente, afinal foi a estratégia da Mercedes que saiu feita em pedaços. No fim, quem festejou foi a Red Bull: vitória de Max Verstappen e 3º lugar para Sergio Pérez.

Mais antiga praça de touros de Portugal dará lugar a um centro cultural

O projeto é da Zaratan, uma associação de arte arte sediada em Lisboa.

Rede regional dos Açores vai ter nove novos percursos pedestres

Os municípios e juntas de freguesa têm agora 12 meses para implementar os traçados aprovados.