The Outsider, uma série tão boa que nem podes falar sobre ela

E se existisse uma pessoa exatamente igual a ti? Uma espécie de doppelgänger. E se os pesadelos das crianças que conheces forem mais reais do que a realidade que consegues enxergar? E se aquilo que tu vês não fizer sentido? Como é que reages face àquilo que te descreveram como impossível?

- Publicidade -

A realidade é algo frágil. Mudam-se alguns detalhes e as pessoas não sabem o que fazer com o sistema de ideias e crenças que passaram uma vida a construir. The Outsider é um pouco sobre isto, mas também tem suspense, mortes, vinganças pessoais e atores que sabem o que estão a fazer.

Contudo, acho que, quanto menos souberem sobre The Outsider, mais vão gostar, e isso é problemático porque estou a escrever um crítica sobre o assunto. Por isso, só vejo duas soluções possíveis: ou paro imediatamente de escrever ou passo a dizer coisas ambíguas que vos incitem a ver a série. A questão é: Como é que eu faço isso? Não sei. Mas vou tentar descobrir.

Uma vez li uma coisa que não sei se é verdade ou não, mas vou deixar-vos decidir. Era um estudo que dizia que a maioria das pessoas não muda as suas convicções, mesmo que sejam apresentados factos que as defraudem. Ou seja, a expressão “contra factos não há argumentos” é uma ilusão. Assumindo que o estudo tem razão de ser, todos temos argumentos quando os factos não se encaixam na narrativa em que acreditamos. Pois bem, na série há coisas que acontecem que não se encaixam naquilo que as pessoas foram levadas a acreditar e, por isso, acontecimentos que podiam ser evitados, transformam-se em tragédias.

Além disto, em The Outsider verifica-se a presença duma verdade que é aparentemente irrefutável: o mundo tem pressa. O mundo tem pressa para julgar, sentenciar e castigar. A burocracia e os procedimentos têm prioridade e a verdade tem de ser facilmente digerida. Não há tempo para ponderar sobre a plausibilidade das situações. As pessoas querem respostas que se enquadrem nos limites das suas perceções. E isso é a morte de muitos.

The Outsider faz-nos pensar sobre o que poderá ser e esta incerteza é emocionante. Manipula a nossa ignorância e nós até gostamos. Por conseguinte, vejam e deixem-se enganar pelas vossas próprias suposições.

The Outsider está disponível na HBO Portugal.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Crítica – Malignant

Malignant é mais um excelente filme de origem de uma nova franchise criada por um dos cineastas de horror mais bem sucedidos do século, James Wan.

Crítica – The Night House (MOTELX)

Não é um filme que pareça trazer algo de novo, mas esconde boas surpresas sob a superfície, com um enredo que é tanto clássico como original.

Crítica – Mad God (MOTELX)

Se aceitarem que um filme pode ser como um sonho, demente, descontrolado e desnecessário de ser explicado, então irão apreciar Mad God.

Crítica – Sweetie, You Won’t Believe It (MOTELX)

Sweetie, You Won't Believe It não é um filme que se propõe a oferecer nada de novo ao género, mas é uma lufada de ar fresco no panorama internacional de comédias de terror.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

60.000 jovens vão poder fazer um Interrail gratuito já em 2022

Poderão viajar por um período máximo de 30 dias.

Chegou o trailer oficial da 3ª temporada de You

E muita coisa vai acontecer nos novos episódios. Depois das primeiras imagens e da data de estreia da terceira temporada,...

10.ª edição do Open House Lisboa leva-nos a descobrir “Os Caminhos da Água” com várias visitas gratuitas na capital e em Almada

25 e 26 de setembro são as datas do regresso do incontornável fim de semana de visitas gratuitas que desafia a percorrer e a desvendar a cidade através da arquitectura.