fbpx

Super Bock Super Rock 2018 | Justice – Dupla francesa apelou à dança já de madrugada

Inicialmente previstos para subirem a palco por volta da 0h10, o adiamento de uma hora em todos os concertos do Palco Super Bock fez com que os Justice só pudessem atuar a partir da 01h10. Houve ainda mais meia hora de atraso, pelo que só por volta da 01h40 é que a dupla francesa passou os seus primeiros temas. E, tendo em conta que era quinta-feira, muita gente acabou por abandonar o recinto após o concerto dos The xx.

Poucos, mas bons, é o que se pode dizer da atuação dos Justice. Plateia pouco composta, mas fãs dedicados na fila da frente que vibraram com o espetáculo que, no fundo, fez com que a Altice Arena se transformasse numa gigante pista de dança.

Constituídos por Gaspard Augé e Xavier du Rosnay, os Justice apelam muito a uma sonoridade retro, apesar de terem relevância no mercado atual. Temas recentes como “Safe and Sound”, uma das melhores faixas do último disco Woman, foi servido cedo, deixando antever que, ao vivo, as músicas do duo francês ganham ainda mais pujança, transformando-se numa eletrónica muito dançável.

[photonic itemtag=”dl” icontag=”dt” captiontag=”dd” columns=”2″ link=”post” size=”thumbnail” style=”mosaic” caption=”desc” thumb_width=”75″ thumb_height=”75″ thumb_size=”large” slide_size=”full” fx=”slide” controls=”hide” timeout=”4000″ speed=”1000″ ids=”20606,20607″ orderby=”menu_order ID”]

Enquanto os presentes na Altice Arena esqueciam os seus problemas e dançavam até que a música parasse, os Justice desfilavam hinos que há muito se conhecem: “Fire”, “Canon”, “DVNO”, “We are Your Friends”, “Genesis” e, claro, a irrecusável “D.A.N.C.E.”. A festa foi bonita e não havia, de facto, melhor forma de encerrar o primeiro dia.

Ainda tivemos tempo para espreitar Mahalia, no Palco Somersby, que, tal como os franceses, teve pouca sorte com a quantidade de público. Ainda assim, a cantora britânica, de apenas 20 anos, tem temas interessantes que nos fazem lembrar uma mistura de Rihanna com SZA, resultando em temas R&B bastante curiosos.

A voz forte e bem afinada da artista, que já tinha passado por cá no Vodafone Mexefest, deixa antever que, num futuro próximo, pode muito bem tornar-se num caso popular de sucesso e estrear-se em nome próprio por cá.


 

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Festival Gastronomia de Bordo acontece em Peniche já em outubro

Este ano, o festival Gastronomia de Bordo em Peniche adaptou-se às novas circunstâncias e fica circunscrito à experimentação dos pratos em apenas alguns restaurantes.

Clã, David Fonseca e Lena D’Água vão atuar no FNAC Live Box Edition

A entrada, como é habitual neste festival da FNAC, é gratuita.
- Publicidade -

Mais Recentes

Cascais vai ter visitas guiadas gratuitas pelo município até final do ano

O município de Cascais está de portas abertas e mais preparado do que nunca para receber...